Facebook

Gadgets

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Terror - Tumulto, briga, boatos, crianças feridas e uma morte no 1° Dia de Desfiles Cívicos de 2015 em Rosário

Renato Waquim (Rosário Notícias)     setembro 09, 2015  6 Comentários

  Terror, pânico, brigas, boatos, correria, crianças feridas (pisoteadas e perdidas) e um morto durante o primeiro dia de desfiles cívicos de 2015 em Rosário.


Rosário-MA: O dia 08 de setembro de 2015 deveria ter sido apenas o primeiro dia desfiles cívicos alusivos ao Dia da Independência do Brasil na cidade de Rosário, em plena Região Metropolitana de São Luís, mas foi marcado pelo terror vivido por educadores, crianças e seus familiares, além de briga e correria em plena Praça da Matriz que anteciparam o final do desfile, em uma noite de muito pânico e uma morte.

História detalhada - Com uma segurança precária para um grande evento público (como infelizmente sempre acontece neste evento nos últimos anos), foi impossível manter a ordem e orientar as pessoas que começaram a correr, a maioria desorientada e sem saber o que de fato estava acontecendo, ocasionando a antecipação do final do desfile. As primeiras informações, circulavam nos grupos do aplicativo Whatsapp, davam conta de uma briga que foi logo contida, mas que serviu para semear a discórdia entre pessoas do público presente. Outra informação dava conta de um homem armado circulando pela Praça da Matriz e pedindo para as pessoas saírem da frente (versão confirmada por várias pessoas).

Entre verdades e mentiras, as notícias e boatos  se espalharam e o povo se desesperou, na confusão várias crianças foram feridas, inclusive algumas foram pisoteadas e muitas se perderam, criando um clima de desespero tanto para as crianças como para pais e professores.


Na terça-feira (08), um jovem identificado como Willame foi morto por arma de fogo na Rua do Tamarineiro em Rosário.



Morte - Cerca de vinte minutos depois, por coincidência ou não, um jovem identificado como Willame Santos Cantanhede (foto) foi morto, por arma de fogo om quatro tiros, na Rua do Tamarineiro (distante do local dos desfiles). De acordo com informações da polícia militar a morte teria ocorrido por volta de 19h15min. De acordo com informações, ele tinha 21 anos e trabalhava em galeto na Rua Dr. Câmara Lima, nas proximidades do Clube Palhoça.

Entretanto, a notícia dos tiros chegou quase que instantaneamente aos grupos no Whatsapp, onde as pessoas acreditavam que a confusão havia sido na praça (houve boatos de um tiroteio que não ocorreu). Assim, o que já estava tumultuado virou um “inferno”.

A situação piorou com a confirmação da morte, mas a essa altura o desfile já tinha acabado e muita gente se dirigiu a Unidade Mista de Saúde (antigo SESP) para ver e tirar fotos do corpo no necrotério teria sido encaminhado ao IML em São Luís, segundo informações de funcionários daquela casa de saúde.

Só uma investigação policial poderá esclarecer se o crime tem ou não relação com o tumulto na Praça da Matriz. Mas diante das conversas de Whatsapp já se sabe que o terror na praça começou antes da morte e que esta influenciou para agravar o pânico do público.

Era um dia voltado aos desfiles de crianças - Em contradição ao que aconteceu, a Paz era o tema principal das escolas  


Falta de reforço na segurança foi questionado  

Enquanto isso, na Praça muitas mães aproveitaram para discutir com a prefeita sobre a péssima segurança, pois estava visível que era mais segurança para a prefeita e sua comitiva do que para manter a ordem e proteger a população.

Ficou clara a falha na segurança, pois grandes eventos públicos com multidão precisam de reforço de segurança à altura e a critica construtiva é direcionada não só ao Governo Municipal, mas também ao Governo Estadual por meio de sua força policial que muito pouco pôde fazer devido ao número pequeno de policiais à disposição.  



Força de barra do Governo Irlahi - Muita gente acredita que o crime pode ter se originado do terror na Praça a Matriz, menos a Prefeitura de Rosário que antes mesmo da polícia usou todos seus assessores para dizer que a morte tinha sido antes e em seguida causado a confusão. Qual o interesse do governo Irlahi em atropelar as investigações policiais? Fica a pergunta! Por fim, botaram até culpa nos familiares do morto pela ocorrência da dita confusão na Praça da Matriz.

Até a publicação desta matéria não foi registrado nenhum pedido de desculpas da prefeita Irlahi Moraes (PMDB) por ter planejado de forma errada a segurança.

Foi dito ontem (no local) que quem não desfilou na terça vai ter uma nova oportunidade nesta quarta

, , ,

6 comentários :

  1. Verdade! O povo tava correndo sem saber o porquê

    ResponderExcluir
  2. fiquei sabendo que a família da vitima ta pé da vida com a prefeita Irlahi por causa dessa patacoada de culpa-los

    ResponderExcluir
  3. Ela estava mais preocupado consigo mesmo afinal ela odeia o contato com povão kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. em pensar que Rosário já foi uma cidade tranquila e agora nem desfiles se pode mais ter seguraça alias que segurança? só pra prefeita

    ResponderExcluir
  5. Reconheço que a segurança falhou mais não por culpa de Irlahi e sim por serem babões e quererem ficarem sendo vistos pela prefeita pra dizer que tão trabalhando quando deveriam ta mesmo ajudando a manter a ordem então Irlahi foi tão vitima como as criancinhas pisoteadas.

    ResponderExcluir
  6. Sei que todo mundo tem a sua opinião. Eu ouvir dizer que a mãe e familiares estavam na Praça e sairam correndo. Se foi verdade pouco importante pois se tivesse segurança em cada canto para passar uma sensação de segurança nao teria o tumulto e nem a briga que agora o governo fica insistindo em dizer que nao teve mais teve sim porque eu vi um cair tentando dar um vogue em outro durante a correria é pouco importa também o motivo o que importa é que nao tinha segurança suficiente para ordenar e eu nao culpo os seguranças e sim a prefeita que foi canhenga nessa questão

    ResponderExcluir

Blog de Notícias de Rosário e Região


Os comentários não representam a opinião deste blog, a responsabilidade é única e exclusiva dos autores das mensagens.

Recent comments

Social

Recent Comments

Apagar

Últimas postagens

Deixe o seu recado

Advertise Here

Photography

Destaques

Gallery

RN no Facebook

About Us

Tempo