Blogue de notícias com a credibilidade que você merece!

Autoritarismo - Vereador de Rosário facilita crime ambiental e atropela fiscalização

O caso aconteceu no pátio da Prefeitura, um lugar onde uma Secretaria deveria ser respeitada por todos parlamentares / Na foto os motoristas aguardavam inicio da metragem.


Endenda o caso - A Secretária Municipal Extraordinária de Juventude e Meio Ambiente –SEJMA de Rosário/MA apreendeu duas caminhonetes carregadas com madeira e gravetos de um desmatamento ocorrido em mata nativa protegida pela comunidade de Providência e lugares vizinhos, a apreensão aconteceu após denuncia de moradores.

A apreensão foi realizada pela Secretaria com o apoio da Guarda Municipal e de moradores. Com os dois caminhões apreendidos, o Secretário de Juventude e Meio Ambiente, Renato Viana Waquim registrou o crime ambiental em autos de infração ainda com todo material nos caminhões que foram recolhidos provisoriamente para o pátio da Prefeitura Municipal onde seria realizado a metragem e os caminhões seriam liberados após descarregar a lenha em local determinado pela SEJMA.



Vereador Neres era suplente e entrou na vaga com a ida de Brandão para a Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento


Um crime maior estava por vim - Horas depois da apreensão surgiu na Prefeitura Municipal o vereador Jadilson Pereira Neres (PRP) que se dirigiu ao gabinete a pedido dos infratores, ele foi logo esculhambando o trabalho da pasta de Meio Ambiente, afirmando que esse tipo de coisa (fiscalização ambiental) não estar certo e que desmatamento é trabalho honesto. No gabinete o prefeito Marconi Bimba (PRP) e o líder do governo, o vereador Pedrosa Filho Necó (PSB) não concordaram com o posicionamento do vereador Neres em querer passar por cima do trabalho da Secretaria.

Inconformado o vereador Neres surpreendeu e cometeu um dos atos criminosos mais autoritários da História do legislativo rosariense nas últimas décadas, ele autorizou aos motoristas dos caminhões a ignorar a apreensão realizada pela Secretária, em seguida abriu a garagem da Prefeitura e saiu escoltando os dois caminhões com o dito material que tinha sido apreendido.

Funcionários da Prefeitura no local afirmaram que não puderam fazer nada, pois Neres estaria alterado e falando em tom ameaçador. Mais tarde se descobriu que os responsáveis pelo transporte da madeira eram aliados do vereador Neres, o que explica a situação e o autoritarismo.

O Secretário Renato Waquim lamentou a atitude criminosa e autoritária do vereador Jadilson Pereira Neres (PRP),”ele deveria se colocar no seu lugar, vereador é para legislar e não para apoiar crime ambiental, principalmente ajudando a desviar material que já estava apreendido, por nós, não vamos acionar a procuradoria do município para apurar o caso, pois no meu entendimento é a Câmara Municipal de Rosário que deverá julgar o vereador por este ato criminoso instalando urgentemente uma CPI sobre o caso dessa lenha roubada do pátio da Prefeitura, caso contrário será o povo a julgar democraticamente os vereadores nas próximas eleições”.


Com informações da SEJMA (Rosário-MA).
Share on Google Plus

About Renato Viana Waquim

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

6 comentários:

  1. Fatos como este não podem acontecer. O vereador exacerbou e ultrapassou o limite de sua autoridade. Inadmissível!

    ResponderExcluir
  2. Esse é um fanfarrão, nunca gostei dele agora vi que tinha razão.

    Cuidado Rê esse povo joga sujo contra as pessoas honestas, esse vereador é do tipo cueca de prefeito e denunciando assim com tanta sinceridade podem pedir a tua cabeça desse governo.

    ResponderExcluir
  3. É sacanagem os caras tão cortando até gravetos e Neres vem com essa palhaçada? Fala sério! Ele deveria era ser cassado!

    O que me surpreende é Neres como maior puxa-sapo do prefeito pode desrespeitar as ordens do dito cujo, só isso que não entrou na minha cabeça.

    ResponderExcluir
  4. Tenho ums resalvar a fazer em relação ao seu texto, você concluir o texto afirmando que somente o vereador Jardilson , enquanto deveria colocar que os dois vereadores sem conciencia etica estão desmoralizando as atitudes e os deveres da secretária do meio ambiente.
    Muito me admiro o vereador Jadilson que cursa Engenharia Ambiental no Faculdade Pitagoras ter uma atitude dessa.

    ResponderExcluir
  5. Corrigindo o meu comentário feito a rspeito do Vereador Jadilson ,ele faz é engenharia de produção.
    Desculpe foi engano.

    ResponderExcluir
  6. A pergunta que não quer calar é porque a polícia militar não realiza mais operações, pelo menos depois que criaram essa secretaria extraordinária, só vemos a dita secretaria e órgãos de fora nas fiscalizações.

    Enquanto isso caminhões com madeira passam p/ Bacabeira, passam na porta da delegacia e pela fiscalização da 7ª CI na BR.

    Ah Muleque!!! Tem algo errado ai, será que os donos de cerâmicas compraram nossa polícia? Flw.

    ResponderExcluir

Blog de Notícias de Rosário e Região


Os comentários não representam a opinião deste blog, a responsabilidade é única e exclusiva dos autores das mensagens.