Facebook

Gadgets

quinta-feira, 18 de junho de 2015

A verdade: Projeto "Orquestrando Rosário" é do SESI e da Indústria de Material de Limpeza FC Oliveira

Renato Waquim (Rosário Notícias)     junho 18, 2015  6 Comentários

Divulgado como projeto da Prefeitura de Rosário por meio de duas secretarias municipais, é na verdade uma iniciativa do SESI e FC Oliveira.  
 Na ocasião, houve apresentação da Orquestra Sinfônica SESI FC
Aula inaugural do projeto Orquestrando Rosário ocorreu na  Praça Getúlio Vargas (Praça da Matriz)

Rosário-MA: A partir desse mês, a formação musical fará parte da realidade de 132 jovens da cidade de Rosário. Por meio do Serviço Social da Indústria (SESI) e pela Indústria de Material de Limpeza FC Oliveira, em parceria com a Prefeitura Municipal de Rosário, foi lançado na quinta-feira, 11, na praça principal da cidade (Praça da Matriz), o projeto "Orquestrando Rosário", que consiste na formação musical de jovens para criação de uma orquestra filarmônica no município.
  
“Rosário tem um histórico de musicalidade que queríamos resgatar com a formação dessa orquestra e o SESI já tem a expertise nessa formação, tendo como referências as orquestras formadas na escola da entidade em Bacabal e em Codó, para filhos de trabalhadores da indústria”, ressaltou o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA) e diretor do SESI, Edilson Baldez, em seu discurso na aula inaugural.

Dos mais de 300 inscritos para o projeto, 132 farão parte das primeiras quatro turmas montadas pelo SESI no município. Eles serão treinados por músicos selecionados na região, sob o comando do professor de música e maestro da Orquestra do SESI de Bacabal, Victor Emmanuel das Chagas Souza.

Um deles é a adolescente Rejane Gomes, de 15 anos, que estava acompanhada da mãe na aula inaugural. “Adoro música! Estou muito ansiosa e tenho certeza que será maravilhoso”, contou a estudante, que cursa o 2º ano do Ensino Médio.

A prefeita de Rosário, Irlahi Linhares Moraes, disse que uma orquestra em Rosário é um sonho antigo e que vai ser muito bom para os jovens do município. “Muito obrigada à FIEMA, por meio do SESI, por essa parceria que, tenho certeza, trará muita alegria a nossa cidade e será muito importante para a juventude de Rosário”.

Para dona Maria do Socorro Marreiros, de 76 anos, a orquestra vai trazer a música de volta a Rosário. “Antigamente tinha muita música aqui, a praça era movimentada. Agora com essa orquestra esse tempo vai voltar pra animar a cidade”, disse.

A aula inaugural teve a presença de vereadores de Rosário, secretários municipais, do vice-presidente da FIEMA, Pedro Robson Holanda, do conselheiro do SENAI, Celso Gonçalo, da superintendente regional do SESI, Roseli Ramos, da coordenadora da Unidade Empreendedora de Vidas do SESI, Valéria Pereira, da coordenadora de Educação e Cultura do SESI, Ivaneide Giacomini, da gerente do SESI Bacabal, Magna Nascimento, da coordenadora da Orquestra do SESI FC Oliveira, Alba Rejane e do músico “Tonico”, também da empresa de Codó.


Me compre um bode! - A Industria de Material de Limpeza FC Oliveira vai fornecer instrumentos e demais materiais em Rosário. O SESI entra com os profissionais e o espaço físico. Restando para a Prefeitura apenas a parceria de prestar apoio se for preciso (até agora não foi preciso nada). Vale lembrar que a FC em parceria com o SESI já desenvolvem o mesmo projeto em outros municípios, como Codó e Bacabal, mas apenas em Rosário estão querendo promover (com mídia) a Prefeitura sem méritos.

Ao todo, compõem a turma estudantes de Rosário e região (não existe a obrigatoriedade de ser morador de Rosário porque o projeto não é municipal), escolhidos em processo seletivo. Participam da orquestra crianças a partir de 10 anos, adolescente e adulto, entre os instrumentos que os alunos irão aprender a tocar estão; flauta doce, saxofone, trombeta entre outros.

De acordo com a coordenadora Magna do SESI, no inicio as aulas serão ministradas uma vez por semana e os estudantes terão acesso à formação musical, abrangendo conhecimentos teóricos, práticos e técnicos instrumentais.


O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA) e diretor do SESI, Edilson Baldez e a prefeita de Rosário, Irlahi Linhares Moraes


Edilson Baldez, Irlahi Linhares, Roseli Ramos, Alain Tavares, Edimilson Baldez e Valéria Pereira



Opinião blogueiro - Até o titular deste blog chegou a acreditar que o projeto era uma iniciativa da Prefeitura de Rosário. A Prefeitura tem o dever de prestar apoio, mas até agora só se promoveu à custa do projeto de outros.


, ,

6 comentários :

  1. Sabia que tinha muito boi pra pouco dono. kkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Concordo que a Prefeitura de Rosário tem o dever de apoiar mais até agora só pegou carona para se promover.

    ResponderExcluir
  3. Eita prefeita desesperada kkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. Mas no Hospital Regional ela parou de se promover ou seja quando ta tudo muito bom é tudo iniciativa do governo Irlahi e quando não presta é do Dino. Agora isso aí aconteceu de forma diferente em Rosário porque o Baldez do SESI é irmão do Baldez da Prefeitura, simples assim eu já até desconfiava que tinha treta nesse troço.

    ResponderExcluir
  5. Quebraram a cara incinuando que era uma realização da Prefeitura.

    ResponderExcluir

Blog de Notícias de Rosário e Região


Os comentários não representam a opinião deste blog, a responsabilidade é única e exclusiva dos autores das mensagens.

Recent comments

Social

Recent Comments

Apagar

Últimas postagens

Deixe o seu recado

Advertise Here

Photography

Destaques

Gallery

RN no Facebook

About Us

Tempo