Facebook

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Base do governo na Câmara reprova Ata pra ganhar tempo sobre CPI de Irlahi

Renato Viana Waquim     junho 19, 2013  Sem Comentários

O vereador Pedrosa Necó (PSB) líder do governo Irlahi Linhares (PMDB) na Câmara, inteligentemente, criou um clima no discurso sobre a votação da ata da sessão anterior (segunda-feira 10), em que foi criada a Comissão Parlamentar de Inquérito - CPI de Irlahi, prefeita de Rosário.

Durante a votação da ata, o vereador Necó disse que reprovaria a ata, caso a oposição insistisse com a idéia de CPI. Pior, pediu para os demais vereadores da base governista que também o acompanhasse no voto, o que de fato aconteceu.

A discussão levantada por Necó virou algo fora do assunto, desvirtuando totalmente o que estava em pauta para ser votado.

Só ressaltando, que a ata nada mais é do que um documento com narrativas dos fatos ocorridos em sessões ou reuniões, e o governo não justificou porque reprovou a ata, pois não houve erros.

A oposição rebateu imediatamente a estratégia do governo para ganhar tempo, uma vez reprovada a ata da sessão anterior, onde foi aprovado o requerimento de instalação da CPI de Irlahi, a instauração da mesma fica adiada por tempo indeterminado. Ou seja, fica sem validade até que a ata seja devidamente aprovada.
Após larga discussão a ata foi reprovada sem nenhuma justificativa legal por 07 votos contra 05.

A mesa diretora da Câmara deve anular a reprovação da ata da sessão do último dia 10, baseado no regimento interno da casa, mais precisamente no Art. 104 §1° que diz: “No caso de reclamações o 2° secretário prestará os esclarecimentos que julgar conveniente. A mesa julgará da procedência da retificação, cujo resultado será consignado na ata seguinte”.

Vereadores que reprovaram a Ata: Pedrosa Necó (PSB); Carlos do Remédio (PTC); Nazareno Barros (PTdoB); Luis Carlos – Kiko (PP); Magno Nazar (PRP); Josias Santos (PMDB) e Agenor Brandão (PV).

Vereadores que aprovaram a Ata: Léo Cavalcante (PTB); Jardson Rocha (PP); Sandro Marinho (PSD); Jorge do Bingo (PTdoB) e Francimar Oliveira – Preto (PP).

Embora tenha aprovado o requerimento que pediu o afastamento da Prefeita Irlahi, no início do mês, Kiko voltou atrás e reprovou a ata da sessão que aprovou o requerimento de criação da CPI de Irlahi.


Fonte: Bacabeira em Foco (Jefferson Calvet).

,

0 comentários :

Blog de Notícias de Rosário e Região


Os comentários não representam a opinião deste blog, a responsabilidade é única e exclusiva dos autores das mensagens.

Compartilhar

Recent Comments

Apagar

Últimas postagens

Deixe o seu recado

Advertise Here

Photography

Destaques

Gallery

RN no Facebook

About Us

Tempo