Facebook

terça-feira, 7 de maio de 2013

PROJETO SOCIAL "DIGA NÃO AS DROGAS E SIM AO ESPORTE" É DESTAQUE EM ROSÁRIO

Renato Viana Waquim     maio 07, 2013  2 Comentários

O projeto atende centenas de jovens e as aulas oficiais acontecem aos Sábados. 




Rosário (MA) - O uso do álcool, tabaco, bem como diversas drogas ilícitas como maconha, cocaína e outras mais, estão prejudicando a juventude rosariense e atormentando famílias. Entretanto, o Projeto Escolinha de Futebol "DIGA NÃO AS DROGAS E SIM AO ESPORTE", surgiu há três anos da necessidade de se falar abertamente sobre as drogas e de trocar e adquirir informações sobre o assunto. E utilizar o Esporte, principalmente o futebol, como ferramenta capaz não só de entreter, mas capaz de ajudar a manter os jovens longe das drogas, com palestras nos intervalos, respeito ao próximo e inclusão social.

O projeto voltado a crianças e adolescentes, é mantido num campo de futebol, localizado no povoado Sapucaia em Rosário, mais precisamente na casa do vereador Sandro Marinho, onde ele juntamente com seus familiares, em especial o seu irmão Wellington Marinho, coordenam os trabalhos. Uma das regras básicas proíbe o uso de palavrões em campo, independentemente de serem partidas ou treinos, os próprios jovens orientam os mais novatos a respeitar e a jogar o fair play (jogo limpo).

Em contato com o blog Rosário Notícias (RN), Sandro Marinho falou sobre o projeto e sobre a necessidade de tirar os jovens do caminho das drogas. “Engana-se quem acha que os jovens aparentemente sem problemas nunca experimentaram drogas ou não poderão usar. Por isso, é importante informar sobre os malefícios do vício e ocupa-los com algo, neste caso o Esporte. Essa noção foi a matriz do Projeto DIGA NÃO AS DROGAS E SIM AO ESPORTE, que está sendo desenvolvido em parceria com as escolas, pois os participantes necessitam tirar boas notas, ter boa frequência escolar e bom comportamento para permanecer”, destacou.


Wellington Marinho que é irmão de Sandro Marinho, disse que um dos principais objetivos é evitar que nossos jovens entrem no mundo das drogas, mostrando que é possível viver em sociedade saudavelmente, sem experimentar aquilo que se tornou o grande problema de nossa cidade. “É muito comum o jovem ter contato com algum tipo de droga. Mas há uma grande diferença entre o ato de experimentar e a necessidade de continuar", diz Wellington que atribui a curiosidade dos jovens às próprias características dessa fase da vida. "A adolescência é um momento em que a pessoa enfrenta limitações e frustrações. A droga funciona como uma fuga de tudo isso, e é aí que entra o Esporte como mecanismo de ocupação, inclusão e lazer”, frisou.

O projeto não deixa de ser uma de escolinha de futebol, pois os participantes recebem material esportivo e aulas de futebol, mas as diferenças logo são logo percebidas quando se acompanha pelos menos um dia de atividades. O sucesso é público e notório, tanto que tem sido elogiado pelos pais que levam seus filhos para participar e já percebem um comportamento exemplar.


Confira mais imagens:













, , ,

2 comentários :

  1. Votei em Sandro só por causa desse projeto, meu filho é outra pessoa depois que entrou e passou a respeitar mais os colegas. Infelizmente não posso revelar meu nome porque minha família tem contratos no governo de Irlahi.


    Mas fica aqui o meu parabéns, pois Rosário é carente de esporte e lazer, é carente de assistência a essa juventude que é a maioria hoje da população.

    ResponderExcluir

Blog de Notícias de Rosário e Região


Os comentários não representam a opinião deste blog, a responsabilidade é única e exclusiva dos autores das mensagens.

Compartilhar

Recent Comments

Apagar

Últimas postagens

Deixe o seu recado

Advertise Here

Photography

Destaques

Gallery

RN no Facebook

About Us

Tempo