Facebook

Gadgets

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

População de Rosário reclama de atendimento do Banco do Brasil

Renato Viana Waquim     dezembro 14, 2011  1 Comentários



Por Isaias Rocha

Rosário-MA: Não adianta mesmo reclamar, o atendimento do Banco do Brasil de Rosário continua horrível, a instituição não cumpre a lei que regulamenta o atendimento e as coisas vão de mal a pior. A começar pela falta de senhas. Alguns clientes afirmam que as grandes filas intermináveis, já viraram rotinas, além disso, os problemas nos caixas eletrônicos, também fazem parte do dia-a-dia de quem depende dos serviços bancários. “Já que ninguém faz nada contra os péssimos serviços oferecidos pelo banco, pelo menos vou expor as mazelas: o BB de Rosário, simplesmente não existe”, afirma o autônomo José Rodrigues Magalhães.

Um cliente que pediu para não ser identificado revela que há algumas semanas chegou a bater boca com gerente de banco por conta das filas intermináveis, o gerente não aceitou sua argumentação. “Estava com raiva por que já tinha 40 minutos que estava na fila perdendo meu almoço, única hora que tenho para ir ao banco, fui falar com o gerente que não quis me ouvir acabei xingando ele” diz.

O Procon alerta que qualquer pessoa pode acionar os bancos judicialmente, para isso basta levar o comprovante de que ficou acima de 20 minutos na fila que um procedimento é aberto contra o banco. As instituições são chamadas para dar explicações e as conseqüências do descumprimento podem gerar multas. Dependendo da situação o cliente poderá até mesmo ser ressarcido pelo tempo perdido.

A Lei estadual nº 7.806/02 diz que os bancos têm 20minutos para atender os clientes em dias normais e 30 minutos nos dias de pagamento de pessoal, dia de vencimento de contas de concessionárias, de tributos e em véspera ou depois de feriados prolongados. Passou disso a lei esta sendo descumprida e o cliente poderá reclamar tanto Procon quanto no Ministério Público.

A lei também diz que para o controle do prazo de atendimento, as agências são obrigadas a fornecer senhas ou qualquer outro documento que possibilite a identificação do dia e da hora da chegada do usuário ao estabelecimento, não podendo ser cobrada qualquer importância por este fornecimento.

Mesmo com a determinação da justiça sobre o controle do tempo nas filas das agências bancárias, em Rosário isso não é levado a sério. Clientes do Banco do Brasil passam em média nas filas da agência, de uma a duas horas para realizar qualquer operação.

A agência atende os municípios da região, com isso, o número de clientes aumenta três vezes a mais, mas o banco não acompanha esse raciocínio e disponibiliza um número ínfimo de caixas, o que gera atrasos no atendimento e desconforto aos clientes.

Para diminuir as filas, no pré-atendimento, o banco tenta mudar o local de atendimento para lotéricas, agência dos correios e supermercados, aumentando ainda mais a insatisfação do cliente, que paga taxas e juros mensais à unidade bancária.

,

Um comentário :

  1. Se o BB ta assim o que dizer do BRADESCO que é uma falta de respeito com os clientes cashs com problema, final de semana sem dinheiro e dai por diante. é irritante entrar naquele banco .

    ResponderExcluir

Blog de Notícias de Rosário e Região


Os comentários não representam a opinião deste blog, a responsabilidade é única e exclusiva dos autores das mensagens.

Recent comments

Social

Recent Comments

Apagar

Últimas postagens

Deixe o seu recado

Advertise Here

Photography

Destaques

Gallery

RN no Facebook

About Us

Tempo