Blogue de notícias com a credibilidade que você merece!


TJ abre II Concurso para Remoção de Servidores


Estão abertas as inscrições para o II Concurso de Remoção de Servidores Efetivos do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ). Estão sendo oferecidas 150 vagas na Justiça de 1º Grau, distribuídas entre as varas e comarcas da Capital e do interior. As inscrições serão realizadas exclusivamente via internet (http://www.tj.ma.gov.br/remoção), do dia 17 até as 18h do dia 21.

Poderão participar do concurso de remoção servidores efetivos ocupantes dos cargos efetivos de Analista Judiciário A, B e C, Técnico Judiciário B, Comissário de Menores, Oficiais de Justiça B, C e D, Telefonista e Auxiliar Judiciário, que optem pela lotação no quadro de pessoal na Justiça de 1º grau. O concurso será realizado pela Comissão de Concurso da Coordenação de Recursos Humanos do Tribunal.

Inicialmente havia 21 vagas para o cargo de Técnico Judiciário B. Contudo, em decorrência da remoção de Paula Pereira Prado, Técnico Judiciário B, da Comarca de Rosário, para a comarca de São Luís, por motivo de doença de seu dependente, surgiu uma vaga para o referido cargo naquela comarca. Segundo o vice-presidente da Comissão de Concurso do TJ, José Alves de Araújo, conforme o item 3.10 do edital, o número de vagas pode sofrer alterações.

A comissão adverte que, conforme estabelece o item 6.1 do edital, somente serão aceitas inscrições para os cargos e unidades jurisdicionais onde não existam candidatos excedentes do último concurso para provimento de cargos do Tribunal (veja relação abaixo).

REGULAMENTAÇÃO - A realização do concurso foi possível com a aprovação da Resolução nº. 28/2007, em sessão plenária administrativa no dia 18 de julho, que regulamentou o procedimento para remoção de servidores efetivos entre as unidades funcionais do Poder Judiciário, até então inexistente.
Share on Google Plus

About Renato Waquim (Rosário Notícias)

1 comentários:

  1. Nossa! É tão facil assim mudar de comarca p/ Técnico Judiciário B? Estar mais do que provado que esse concurso do TJ foi só mulecagem, quem tirou as maiores notas nas objetivas da 1° etapa foram reprovados na 2°, enquanto parentes e funcionários não concursados foram favorecidos em todo estado, agora vem essa remoção em Rosário (aff!(.
    Presidente do TJ me compre um bode?

    A justiça no Maranhão é uma piada.

    ResponderExcluir

Blog de Notícias de Rosário e Região


Os comentários não representam a opinião deste blog, a responsabilidade é única e exclusiva dos autores das mensagens.