Facebook

Gadgets

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Júnior Marreca é o campeão de gastos na Câmara Federal entre os deputados maranhenses

Renato Waquim (Rosário Notícias)     junho 11, 2015  Sem Comentários



Brasília-DF - Finalmente o deputado federal Cléber Verde (PRB), perdeu o título de maior gastador entre os deputados federais maranhenses, pelo menos de forma provisória. Contabilizando os quatro primeiros meses (fevereiro, março, abril e maio) de atividades parlamentar, Júnior Marreca (PEN) é o que conquistou o título de campeão de gastos na Câmara Federal entre os que representam o Maranhão.
O ex-prefeito de Itapecuru-Mirim e ex-presidente da FAMEM, gastou simplesmente em 120 dias, R$164.351,83. É como se a cada dia trabalhado ele tivesse gastado R$ 1.369,59. Mas vale lembrar que esse dinheiro faz parte de uma verba indenizatória, o famoso “cotão parlamentar”, ou seja, está excluído o salário de mais de R$33 mil por mês que ele tem direito e também é necessário frisar que o parlamentar só frequenta a Câmara Federal, entre as terças e quintas, isso quando ele vai, ou seja, é muito dinheiro escorrendo pelo ralo.
Para se ter ideia dos gastos de Júnior Marreca. O parlamentar do nanico PEN vem gastando muito mais do que os líderes do DEM, Mendonça Filho R$83329,18; do PCdoB, Jandira Feghali R$97596,53; do PSDB, Carlos Sampaio R$110,2 mil e até mesmo do PT de Sibá Machado com R$158,1 mil.
Júnior Marreca foi procurado por este jornalista para comentar os gastos exorbitantes feitos por ele, porém não atendeu as ligações e nem retornou.
Próximos aos gastos de Júnior Marreca, ficou o líder da bancada maranhense no Congresso Nacional, Pedro Fernandes (PTB) com R$157.130,10. O terceiro colocado é o ex-secretário de Roseana Sarney, Hildo Rocha (PMDB) com R$134.936,41.
Já entre os que menos gastaram, a lista surpreendeu com os dois primeiros menos gastadores que foram o denunciado na Operação Lava-Jato, Waldir Maranhão (PP) com R$ 65.302,82 e o ex-prefeito de São Luís, João Castelo (PSDB) com R$69.999,50. Completa a lista dos três que menos gastaram o estreante Zé Carlos (PT) com R$72.765,15.
Na lista ainda chama atenção os gastos do secretário de Trabalho e Renda do Maranhão, Julião Amim (PDT), que ficou menos de uma semana no cargo, pois se licenciou para que Deoclides Macedo (PDT), pudesse assumir. Julião recebeu uma indenização de R$18.671,75 por conta de seus gastos, já Deoclides R$12.599,73. O que ficou na vaga dos dois foi o Alberto Filho (PMDB), que até agora tá sendo “light” com os gastos, pegou apenas R$28.327,74.
É necessário frisar que os gastos contabilizados pela Câmara Federal dos parlamentares pode aumentar, uma vez que eles tem até o fim do ano para apresentar as notas fiscais referente aos meses trabalhados.
O ranking completo dos gastos dos deputados federais maranhenses fica dessa forma:
Júnior Marreca (PEN) R$164.351,83
Pedro Fernandes (PTB) R$157.130,10
Hildo Rocha (PMDB) R$134.936,41
Victor Mendes (PV) R$127.362,70
Juscelino Filho (PRP) R$126.693,71
Rubens Pereira Júnior (PCdoB) R$119.905,17
Weverton Rocha (PDT) R$119.361,83
Zé Reinaldo Tavares (PSB) R$114.716,01
Cléber Verde (PRB) R$108.711,99
João Marcelo (PMDB) R$94.088,84
André Fufuca (PEN) R$83.433,41
Aluísio Mendes (PSDC) R$78.118,94
Eliziane Gama (PPS) R$77.490,24
Sarney Filho (PV) R$76.384,66
Zé Carlos (PT) com R$72.765,15
João Castelo (PSDB)  R$69.999,50
Waldir Maranhão (PP) R$ 65.302,82
Alberto Filho (PMDB) 29.327,74*
Deoclides Macedo (PDT) R$12.599,73**
* Alberto Filho só começou a contabilizar gastos a partir de abril, pois só assumiu mandato em meados de março.
** Deoclides Macedo só ficou 45 dias como deputado federal.

Fonte: Diego Emir.

,

0 comentários :

Blog de Notícias de Rosário e Região


Os comentários não representam a opinião deste blog, a responsabilidade é única e exclusiva dos autores das mensagens.

Recent comments

Social

Recent Comments

Apagar

Últimas postagens

Deixe o seu recado

Advertise Here

Photography

Destaques

Gallery

RN no Facebook

About Us

Tempo