Facebook

Gadgets

terça-feira, 24 de março de 2015

Willame representa o estado em campanha de conscientização contra a tuberculose em Barreirinhas

Renato Viana Waquim     março 24, 2015  7 Comentários

Willame Anceles em ação na cidade de Barreirinhas


Nesta terça-feira (24), em Barreirinhas, o Governo do Maranhão, através da equipe da Gerência Regional de Saúde sob gestão do enfermeiro Willame Anceles, participou de uma importante campanha de conscientização contra a Tuberculose. O evento, realizado em casas de saúde, ruas e no Mercado Central, foi considerado um sucesso, envolvendo diversas equipes de saúde, Câmara de Vereadores, Prefeitura local e a população.

De acordo com Willame Anceles, iniciativas semelhantes serão realizadas em outras cidades da Regional de Rosário que abrange o Baixo Itapecuru, Baixo Munim e Lençóis Maranhenses. '“Estou muito feliz com a atitude dos profissionais de saúde que fizeram um belo trabalho e que servirá de referência na Regional”, destacou Willame que ressaltou também que este tipo de ação é fundamental para combater a doença, "é de extrema importância a realização de iniciativas como esta para que a população saiba os sintomas, diagnóstico e como se dá o tratamento da tuberculose, mas também para que estejam conscientizados sobre as causas, pois a prevenção é o melhor remédio", finalizou.

Fica claro que  o governador Flávio Dino (PCdoB) acertou em nomear Willame Anceles para lhe representar na Regional de Rosário, na pasta que representa a Secretária Estadual de Saúde. Aliás, Willame já mostra que está bem à vontade e disposto a fazer um belo trabalho, inclusive caindo em campo e não ficar somente na cadeira administrando, como acontecia nas outras gestões. 

Willame e equipe foram para a rua ajudar na campanha de conscientização contra a tuberculose



Foram realizadas palestras nos postos de saúde
Gestor aproveitou para conhecer de perto a situação dos postos de saúde




Informações sobre a tuberculose:
A Tuberculose, transmitida pelo Mycobacterium tuberculosis, o bacilo de Koch, é provavelmente a doença infecto-contagiosa que mais mortes ocasiona no Brasil. Estima-se, ainda, que mais ou menos 30% da população mundial estejam infectados, embora nem todos venham a desenvolver a doença.
Na verdade, as pessoas se comportam como reservatórios do bacilo, ou seja, convivem com ele porque não conseguem eliminá-lo ou destruí-lo e, uma vez reativado o foco, passarão a ser infectantes.
A primoinfecção ocorre quando a pessoa entra em contato com o bacilo pela primeira vez. Proximidade com pessoas infectadas, assim como os ambientes fechados e pouco ventilados favorecem o contágio.
O bacilo de Koch é transmitido nas gotículas eliminadas pela respiração, por espirros e pela tosse. Para que a primoinfecção ocorra, é necessário que ele chegue aos alvéolos. Se não alcançar os pulmões, nada acontece. A partir dos alvéolos, porém, pode invadir a corrente linfática e alcançar os gânglios (linfonodos), órgãos de defesa do organismo.
A doença evolui quando a pessoa não consegue bloquear o bacilo que se divide, rompe a célula em que está fagocitado e provoca uma reação inflamatória muito intensa em vários tecidos a sua volta. O pulmão reage a essa inflamação produzindo muco e surge tosse produtiva.
Como o bacilo destrói a estrutura alveolar, formam-se cavernas no tecido pulmonar e vasos sanguíneos podem romper-se. Por isso, na tuberculose pulmonar, é frequente a presença de tosse com eliminação de catarro, muco e sangue.
Além dos pulmões, a doença pode acometer órgãos como rins, ossos, meninges, etc.

Sintomas
Tosse por mais de duas semanas, produção de catarro, febre, sudorese, cansaço, dor no peito, falta de apetite e emagrecimento são os principais sintomas da tuberculose. Nos casos mais avançados, pode aparecer escarro com sangue. Pessoas com esses sintomas associados ou isoladamente devem procurar um Posto de Saúde o mais rápido possível, pois o tratamento é gratuito e deve ser iniciado imediatamente.

Diagnóstico
Leva em consideração os sintomas e é confirmado pela radiografia do pulmão e análise do catarro. Ajudam a confirmar o diagnóstico o teste de Mantoux, que consiste na aplicação de tuberculina (extraída da própria bactéria) debaixo da pele, a broncoscopia e a biópsia pulmonar.

Tratamento
O tratamento é feito com três drogas diferentes: pirazinamida, isoniazida e rifamicina. Durante dois meses, o paciente toma os três medicamentos e, a partir do terceiro mês, toma só isoniazida e rifampicina.
O bacilo da tuberculose cresce fora e dentro da célula de defesa. Quando está fora, não só se multiplica muito rápido como adquire resistência também muito depressa. Para impedir seu crescimento e divisão fora da célula se fazem necessárias as três drogas e o tempo mais prolongado de tratamento.
Dentro da célula de defesa, ele cresce mais lentamente e a indicação é usar uma droga que penetra na célula a fim de bloquear o crescimento da bactéria em seu interior. Por isso, os remédios devem ser tomados por seis meses. Já se tentou reduzir para quatro meses, mas a taxa de recidiva foi muito grande.
É fundamental seguir à risca o tratamento. O que se tentou fazer, e com bons resultados, para facilitar a adesão dos pacientes foi prescrever doses mais altas para serem tomadas apenas dois dias na semana.

Recomendações
* Não suspenda o uso da medicação antes do prazo previsto. Se você começar a tomar os remédios e parar no meio do caminho, com certeza irá selecionar uma colônia de bactérias resistentes aos medicamentos e ficará mais difícil ser curado;
* Lembre-se de que desnutrição, alcoolismo, uso de drogas ilícitas e de medicação imunossupressora aumentam o risco de contrair a doença;
* Familiares e pessoas próximas aos infectados devem manter certos cuidados básicos como forma de afastar o risco de contágio durante a fase inicial da doença;
* Portadores do vírus HIV e de doenças como diabetes, por exemplo, podem desenvolver formas graves de tuberculose. Por isso, devem manter-se sob constante observação médica;
* Leve seu filho para tomar a vacina BCG contra a tuberculose. Se não foi vacinado, aos cinco anos, deve fazer o teste de Mantoux, ou PPD. Caso não apresente reação, deve ser vacinado em qualquer faixa de idade.


Prevenção nas crianças / Vacina BCG
Para prevenir a tuberculose é necessário imunizar as crianças com Bacillus Calmette-Guérin (BCG). A partir do nascimento, desde que não tenha sido administrada na unidade neonatal, a vacina deve ser feita ao completar o primeiro mês de vida ou no primeiro comparecimento à unidade de saúde. Não é recomendada a vacinação de indivíduos adultos, ainda que a BCG seja utilizada para determinados tratamentos que não a vacinação na idade avançada.

Crianças soropositivas ou recém-nascidas que apresentam sinais ou sintomas de HIV/AIDS não devem receber a vacina. 

,

7 comentários :

  1. Enquanto um aí vai para a Assembleia Legislativa para tirar fotos com personalidades presentes a sessão, Willame mostra trabalho.
    Essa é a diferença.

    ResponderExcluir
  2. Willame Anceles é competente e trabalhador. Esse sim me representa pois mesmo sendo realmente alvo de muitos não fica parado e nem se dando de vítima e coitadinho. Do contrário daqueles que se consideram vítimas e perseguidos de tudo e de todos. Parabéns Willame! Você vai longe!!!

    ResponderExcluir
  3. pra quem parecia um bocó até que Willame estar mostrando competencia e vontade mesmo. Me surpreendi. Continue assim rapaz! Talvez seja prefeito aqui de Rosário.

    ResponderExcluir
  4. Agora povo de Rosário vejam a diferença entre um gestor que trabalha e um outro aí que vai pra assembleia legislativa pra tirar fotos com personalidades do governo. Qual deles vocês querem? Eu já decidir, voto em quem tem vontade, voto em Willame e não em quem só quer aparecer de vitima ou de papagaio de pirata.

    ResponderExcluir

Blog de Notícias de Rosário e Região


Os comentários não representam a opinião deste blog, a responsabilidade é única e exclusiva dos autores das mensagens.

Recent comments

Social

Recent Comments

Apagar

Últimas postagens

Deixe o seu recado

Advertise Here

Photography

Destaques

Gallery

RN no Facebook

About Us

Tempo