Facebook

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Gilvan Mocidade agora é integrante do Boi de Barbosa

Renato Waquim (Rosário Notícias)     novembro 14, 2014  2 Comentários




O cantor e compositor Gilvan Mocidade é o mais novo amo do bumba-meu-boi de Barbosa, da cidade de Rosário. O Boi de Barbosa, como é conhecido o mais antigo boi de sotaque de orquestra em funcionamento, que completará sessenta anos de existência em 2015, e é uma das brincadeiras mais afamadas da região do Baixo Itapecuru.

Gilvan Mocidade, que é suplente de vereador em Rosário, recebeu todo o apoio da família Barbosa, o que será muito importante para a sua próxima empreitada rumo à Câmara na próxima eleição municipal.

Gilvan é um dos artistas mais conhecidos do cenário maranhense, com atividades marcantes, principalmente no carnaval e São João, com presenças premiadas em grandes festivais de música espalhados por nosso estado.

Tendo passado como amo e produtor musical do bumba-meu-boi, sotaque de orquestra Mocidade de Rosário, onde cantou por vários anos, Gilvan se despediu e foi a convite de Concita Braga, para o boi de Nina Rodrigues, onde passou bem pouco tempo. Daí, o cantor assumiu a frente do boi de Tajaçuaba onde passou três temporadas, chegando a levar a brincadeira ao ápice, entre as melhores do estado.

Gilvan agora fecha com o boi de Barbosa da cidade de Rosário, cidade essa que agora passou a ser, de novo, sua morada, seu reduto político. Ele chega para fazer bonito e vai fazer dupla com o maestro Nonato Silva.


Trajetória:

Gilvan Mocidade é músico, cantor e compositor, integrante da Banda de Música da Policia Militar do Estado do Maranhão, possui musicas nos dez discos do boi Mocidade de Rosário e também nos CDs dos bois Pirilampo, Novilho Branco e Tajaçuaba.

Sua trajetória no carnaval começou no ano de 2006 quando sagrou-se campeão pela escola de samba Turma do Quinto com o enredo “Alcione, a voz do samba”. Nesse mesmo ano, assina e interpreta a composição do samba-tema do Bloco Tradicional “Os Reis da Liberdade” classificando o mesmo ao grupo especial.

Em 2008, foi campeão na escola de samba “Favela do Samba” com o enredo “O Homem e o Mar, Navegar é Preciso”, levando a mesma ao tricampeonato. Nesse mesmo ano, também foi campeão do grupo B pelo bloco tradicional “Os Guardiões”,  com o samba ”Majestosa Ilha”. Também no grupo B, assinou o samba do bloco tradicional “Os Perfeccionistas”.

Em 2009 foi bicampeão na Escola de Samba “Turma do Quinto” com o enredo “Uma Luz Francesa Ilumina São Luís Num Sonho de Carnaval”, compôs também os sambas-temas dos seguintes blocos tradicionais: Os Fanáticos, Os Feras, Os Gladiadores, Mensageiro da Paz, Reis da Liberdade e Os Versáteis, este último, campeão do grupo B.

Ainda em 2009, realizou a primeira edição do show “Eu sou do Samba” espetáculo apresentado na Casa de Nhozinho no dia 06 de fevereiro, evento patrocinado pela SECMA.  .

Participou da 7ª e 9ª edição do Festival de Musicas Carnavalescas do Sistema Mirante de Comunicação com “Anorexia” (2009), “Ethanolmizando” (2011) e “Cangalha em ti” (2014).

Em 2010, em parceria com o compositor Zé Lopes, é foi bicampeão pela escola de samba “Favela do Samba”, com o enredo “De Bandeiras em Bandeiras se fez Cesar Teixeira” levando a agremiação ao tetracampeonato.
Em 2011, Gilvan Mocidade e Zé Lopes, compuseram os sambas para os blocos tradicionais “Foliões” e “Gladiadores”.

Em 2012, Gilvan Mocidade e Zé Lopes, compuseram para a escola de samba carioca “Beija Flor de Nilópolis”,  “São Luís, um poema encantado do Maranhão”  enredo que chegou até a semifinal. No mesmo Carnaval, a dupla foi campeã na “Flor do Samba” com “São Luís, 400 anos”.


Gilvan agora é Barbosa.



, ,

2 comentários :

  1. Não foi esse aí que agrediu covardemente um senhor idoso de Rosário?

    ResponderExcluir
  2. Caros leitores desse blog (Rosário notícias). Venho através deste e de forma não anônima, contestar o comentário acima que de forma anônima, tenta denegrir a minha imagem pública, perante a população da minha querida cidade de Rosário. O fato acima mencionado pelo anônimo, não é verdadeiro! O que realmente aconteceu, foi que na eleição de 2008, por volta das 17:15h, tive o retrovisor do meu automóvel quebrado por um cidadão que de forma irresponsável ao pilotar sua moto embriagado e ao ser parado e questionado por mim a respeito do prejuízo que tive, fui violentamente e covardemente agredido pelas costas, com um capacete por este cidadão. Em um reflexo de autodefesa, me defendi repelindo o covarde ataque. Este episódio foi testemunhado por várias pessoas que se encontravam naquela praça matriz de nossa cidade, inclusive este fato foi testemunhado especialmente por Fran Gomes(artista local) e Luzian Fontes(secretário de cultura na época), que me acompanhavam naquele momento. Acredito que o fato esteja sendo contado de forma distorcida pelos meus adversários políticos, inconformados pelos meus 375 votos a mim confiados pela população de Rosário na última eleição para Vereador. E agora, a minha ida para o Boi de Barbosa tem deixado os contrários a mim desesperados ao ponto de até não dormirem, porque sabem que sou uma liderança nova e com um futuro na política do nosso município. Agradeço e coloco-me à disposição de todos e deste blog para outros esclarecimentos.
    Gilvan Mocidade.

    ResponderExcluir

Blog de Notícias de Rosário e Região


Os comentários não representam a opinião deste blog, a responsabilidade é única e exclusiva dos autores das mensagens.

Compartilhar

Recent Comments

Apagar

Últimas postagens

Deixe o seu recado

Advertise Here

Photography

Destaques

Gallery

RN no Facebook

About Us

Tempo