Facebook YouTube Twitter RSS

Gadgets

sábado, 31 de dezembro de 2016

UPAS da capital realizam mais de 1,5 milhões de atendimentos em 2016

Renato Waquim (Rosário Notícias)     dezembro 31, 2016  Sem Comentários

UPA do bairro do Vinhais em São Luís. Foto: Julyane Galvão/SES
O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), gerencia 10 Unidades de Pronto Atendimento (UPA) no Maranhão, sendo seis na capital, São Luís, e quatro no interior. Em 2016, as UPAs da capital, realizaram 1.532.760 milhões de atendimentos em urgência e emergência, cerca de 265.063 mil atendimentos a mais que o registrado no ano passado, que foi de 1.267.697 milhões deprocedimentos, o que representa aumento de 20,9%no total dos atendimentos.
As UPAS fazem parte da Política Nacional de Urgência e Emergência (PNUE), lançada pelo Ministério da Saúde (MS) em 2003, que estrutura e organiza a rede de urgência e emergência no país, com o objetivo de integrar a atenção às urgências.O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, enfatizou que o Estado tem investido nas unidades de pronto atendimento.
“Estamos promovendo melhorias nos serviços de urgência e emergência oferecidos à população maranhense. Nas UPAs, destacamos o atendimento ágil e humanizado, além do investimento em infraestrutura adequada para receber o paciente e seu acompanhante. Nossa proposta é qualificar cada vez mais esse atendimento e torná-lo mais acessível à população”, destacou.
Em maio deste ano, uma pesquisa realizada nas unidades, considerando nível de satisfação, tempo de espera, eficácia do atendimento, resolutividade, capacidade técnica e eficiência dos profissionais, apontou que 83% dos pacientes mostraram-se satisfeitos com o serviço prestado.
Pelo princípio de equidade do Sistema Único Saúde (SUS), apesar de todas as pessoas possuírem direito aos serviços, elas têm necessidades distintas. Seguindo o protocolo do MS, a partir de 2016, foi implantado em todas as unidades o modelo mais eficiente de acolhimento por classificação de risco, que avalia o grau de urgência para o atendimento de cada paciente.
As 10 Unidades de Pronto Atendimento (UPA) no Maranhão, vinculadas à Secretaria de Estado da Saúde (SES), são administradas pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh). Em São Luís, as UPAS funcionam nos bairros do Araçagy, Vinhais, Itaqui Bacanga, Cidade Operária, Vila Luizão e Parque Vitória. 



FALA POVO// 
Ivanildo Martins. Foto: Francisco Campos/SES
“Essa é a segunda vez que preciso utilizar o serviço da UPA e posso dizer que fui bem atendido nos dois casos desde a recepção. Passei pela classificação de risco e estou aguardando o atendimento que está dentro do prazo previsto. Gostei da estrutura que encontramos aqui, pois vemos uma considerável melhoria no atendimento.”
Ivanildo Martins, de 62 anos, corretor de imóveis. 
Maria José Mendes. Foto: Francisco Campos/SES
“Quando eu preciso só venho nessa UPA. Sempre fui bem atendida aqui e não é possível que seja um caso de sorte, porque sempre tem médico bom para me atender. Eu gosto de contar com o atendimento da UPA e espero que só melhore daqui pra frente”.
Maria José Pereira Mendes, de 62 anos, aposentada. 
Vera Lucia Franzão. Foto: Francisco Campos/SES
“Venho sempre acompanhar minha bisavó, que sempre tem seu direito de prioridade respeitado. Percebo que a unidade recebeu uma melhoria em sua infraestrutura. Lembro que antes íamos as UPAs e era lamentável ter que utilizar os banheiros. Às vezes, não se encontrava cadeira nem para o paciente. Hoje está mais organizado e pelo menos quando precisamos tivemos nosso problema resolvido”.
Vera Lúcia Frazão Alves, de 21 anos, estudante. 
Alcides Leitão. Foto de Francisco Campos/SES
“Essa é a terceira vez este ano que preciso de atendimento. Em geral, considero que os meus casos sempre foram resolvidos. Nunca observei falta de material ou de assistência médica. Mas considero que podemos sempre melhorar quando o assunto é saúde”.
Alcides Leitão Neto, de 28 anos, educador físico. 
Francisco Xavier Soares. Foto: Francisco Campos/SES
“Tenho diabetes e passei mal por alguma coisa que comi esses dias. Cheguei e fui rapidamente atendido. Moro aqui perto e considero muito bom poder contar com esse pronto atendimento perto da minha casa. Após as adequações que fizeram vi que melhorou bastante a estrutura da unidade. Quem usa o serviço público de saúde precisava desse cuidado”.
Francisco Xavier Soares, de 67 anos, encarregado de construção civil.

, ,

0 comentários :

Blog de Notícias de Rosário e Região


Os comentários não representam a opinião deste blog, a responsabilidade é única e exclusiva dos autores das mensagens.

Recent comments

Social

Recent Comments

Apagar

Últimas postagens

Deixe o seu recado

Advertise Here

Photography

Destaques

Gallery

RN no Facebook

About Us

Tempo