Facebook YouTube Twitter RSS

Gadgets

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Estudo analisa desempenho financeiro, social e ambiental dos municípios do Maranhão

Renato Waquim (Rosário Notícias)     outubro 19, 2016  Sem Comentários

O município de São Luís foi o que apresentou os melhores indicadores nos três pilares da sustentabilidade (social, ambiental e econômico/financeiro) no período analisado.




O município de São Luís foi o que apresentou os melhores indicadores nos três pilares da sustentabilidade (social, ambiental e econômico/financeiro) no período analisado.

O município de São Luís foi o que apresentou os melhores indicadores nos três pilares da sustentabilidade (social, ambiental e econômico/financeiro) no período analisado.
Um estudo desenvolvido pela professora da Universidade Federal do Maranhão, Darliane Ribeiro Cunha, analisa a sustentabilidade dos municípios maranhenses com mais de 100 mil habitantes por meio de indicadores financeiros, sociais e ambientais.
De acordo com Darliane, doutora em Finanças pela Universidade de Zaragoza na Espanha, os municípios devem ser capazes de gerir recursos de forma sustentável e avaliar o desempenho dos municípios é essencial para promover a transparência, auxiliar na tomada de decisões e nas ações de planejamento.

Social

“Em relação ao aspecto social, foi possível constatar que o Índice de Desenvolvimento Humano [IDH] dos municípios pesquisados teve um aumento importante no período analisado. Considerando todos os municípios do Maranhão, é possível constatar que no ano de 2000 não existia nenhum município maranhense na faixa de desenvolvimento alto ou muito alto. Contudo, em 2010 quatro municípios foram classificados na faixa de desenvolvimento alto: São Luís, Imperatriz, São José de Ribamar e Paço de Lumiar”, afirmou a professora.
Vale destacar que o município de Codó teve um crescimento de 49 % no seu IDH na década estudada, acima da média nacional (19%).  Timon, Açailândia e Bacabal tiveram um aumento em seu IDH de aproximadamente 35%. Porém, somente os municípios de São Luís (0,768) e Imperatriz (0,731) têm o IDH superior à média do estado do Maranhão que foi de 0,727 em 2010.

Ambiental

Para analisar o aspecto ambiental, o estudo considerou como um dos  indicativos o percentual de coleta de lixo.  Observou-se que em 2010, Imperatriz (95,34%) foi o município com maior percentual de coleta de lixo e Paço de Lumiar (73,82%), o menor. A média da população em domicílios com coleta de lixo dos municípios estudados foi de 85,25%.
“Outro indicador relevante analisado no estudo foi o percentual de domicílios com água encanada. Foi possível constatar uma evolução significativa nos municípios pesquisados quando comparado o ano de 2000 com 2010. São José de Ribamar foi o que apresentou o melhor indicador nos dois anos analisados, 98,67% em 2000 e 99,93% em 2010. Considerando a água um item básico e essencial, todos os municípios deveriam atender plenamente esse indicador. Em média, 11,37% dos municípios pesquisados têm domicílios com abastecimento de água e esgotamento sanitário inadequados”, disse Darliane Cunha.
Durante a pesquisa foi possível verificar nas visitas aos municípios uma inadequada gestão de seus resíduos sólidos. Observou-se que os municípios visitados (São Luís, Imperatriz, Açailândia e Bacabal) ainda estão em processo de adequação à norma da Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Financeiro

No que se refere ao aspecto financeiro/econômico, um dos indicadores utilizados na pesquisa foi o PIB per capita dos municípios estudados nos anos de 2008, 2009 e 2010. Foi possível observar desigualdades significativas nos municípios, já que a renda média apresenta variações representativas nos municípios do Maranhão. São Luís (R$ 18.018) teve o maior PIB per capita dos municípios estudados em 2010 e Paço de Lumiar (R$ 3.615), o menor.
O município de São Luís foi o que apresentou os melhores indicadores nos três pilares da sustentabilidade (social, ambiental e econômico/financeiro) no período analisado. Foi possível constatar que o município concentra uma parcela significativa da riqueza e da população do Maranhão, apresentando caraterísticas bem distintas dos outros municípios da região.
“O estudo foi iniciado em 2012 com o auxílio da Fapema por meio do edital Universal e finalizado em 2014. Entretanto, continuamos fazendo o acompanhamento dos indicadores dos municípios do Maranhão. Atualmente, no nosso grupo ‘Sustentabilidade nas empresas e na Administração Pública’ também desenvolvemos dois projetos que trata a gestão de resíduos no município de São Luís”, finalizou Darliane Cunha.

, , ,

0 comentários :

Blog de Notícias de Rosário e Região


Os comentários não representam a opinião deste blog, a responsabilidade é única e exclusiva dos autores das mensagens.

Recent comments

Social

Recent Comments

Apagar

Últimas postagens

Deixe o seu recado

Advertise Here

Photography

Destaques

Gallery

RN no Facebook

About Us

Tempo