Facebook

segunda-feira, 14 de março de 2016

Pais comemoram inauguração de Centro de Referência para crianças com microcefalia e doenças neurológicas

Renato Waquim (Rosário Notícias)     março 14, 2016  Sem Comentários



 Primeiros atendimentos no Ninar, quando 15 crianças receberam o atendimento. Foto: Karlos Geromy
Primeiros atendimentos no Ninar, quando 15 crianças receberam o atendimento. Foto: Karlos Geromy
A história da dona de casa Bianca Muniz é muito parecida com a de várias mães que tem a ligação entre a infecção pelo vírusZika e casos suspeitos de bebês nascidos com microcefalia no Brasil. Mãe do pequeno Artur, de quatro meses, ela agora leva o filho para fazer tratamento no Centro de Referência em Neurodesenvolvimento e Reabilitação de Crianças (Ninar), em São Luís, inaugurado nesta segunda-feira (14).
Bianca teve Zika vírus quando estava no segundo mês de gestação, e só constatou que o filho nasceu com má formação do cérebro quando o bebê nasceu. Em tratamento no Ninar, o pequeno Artur recebeu a visita do governador Flávio Dino, que na ocasião inaugurou oficialmente o espaço especializado na terapia para crianças com microcefalia no Maranhão.
Segundo Bianca, a maioria das mães que possuem crianças nessa situação não tem condições de pagar um tratamento particular, e o Ninar vem justamente dar a assistência específica para esses bebês. “Antes ele não fazia, porque nem todas as mães tem a oportunidade de conseguir fazer um tratamento particular, que é o que nossos bebês precisam, da estimulação sempre”, relatou a mãe.
 Primeiros atendimentos no Ninar, quando 15 crianças receberam o atendimento. Foto: Karlos Geromy
Primeiros atendimentos no Ninar, quando 15 crianças receberam o atendimento. Foto: Karlos Geromy
Com a inauguração do ‘Ninar’, vários serviços que já eram prestados pelo Governo às crianças com microcefalia serão integrados em um único espaço, para maior facilidade de acesso e comodidade às crianças e suas famílias. No centro serão disponibilizados tratamentos especializados com corpo clínico formado por pediatras, neuropediatras, oftalmologistas e geneticistas, além de uma equipe multidisciplinar composta por fisioterapeutas, enfermeiros, fonoaudiólogos, assistentes sociais, psicopedagogos e terapeutas ocupacionais.
O governador Flávio Dino enfatizou que o Centro de Referência vai atuar em três dimensões: cuidado no tratamento de crianças e acolhimento das famílias; capacitação aos demais profissionais do estado, tornando-os multiplicadores de conhecimentos; e pesquisa sobre microcefalia e demais doenças neurológicas.
“É um passo muito importante para que essas crianças, seus pais e suas mães possam ter o cuidado necessário para que possam desenvolver todas as suas capacidades, potencialidades e viver com dignidade”, afirmou o governador Flávio Dino.
Acompanhamento para pais e filhos
Ricardo Moraes Costa saiu da cidade de Dom Pedro para levar seu filho para o tratamento no Ninar. Para ele, a inauguração do Centro é fundamental para a terapia de crianças com microcefalia, sobretudo as oriundas do interior do estado. “Era meio complicado porque a gente é do interior, até no momento antes de ter isso aqui a gente não fazia acompanhamento com ele. Porque na nossa cidade não tem nenhum tipo de profissional que pode acatar essa situação dele”, explicou.
De acordo Ricardo, antes do Ninar os pais ficavam de mãos atadas porque não tinham um tratamento especializado para os seus filhos, e hoje possuem acompanhamento, inclusive para eles. “Um centro desses ajuda muito nossas crianças que nasceram com microcefalia e é essencial tanto pra mim quanto pra ele. Nós também estamos tendo todo o acompanhamento”, destacou o pai.
A coordenadora do Ninar, Jucélia Ganz, explicou que o atendimento aos pais também é área de atuação do Centro. “Nós idealizamos esse atendimento especial desde a maternidade, que é o momento de choque, e a partir daí eles vão ter todo o seguimento, a criança com o atendimento especializado e os pais com suporte de psicoterapia e de terapia de grupo”, frisou.
 Primeiros atendimentos no Ninar, quando 15 crianças receberam o atendimento. Foto: Karlos Geromy
Primeiros atendimentos no Ninar, quando 15 crianças receberam o atendimento. Foto: Karlos Geromy


Fonte: SES / Governo do Estado do Maranhão.

,

0 comentários :

Blog de Notícias de Rosário e Região


Os comentários não representam a opinião deste blog, a responsabilidade é única e exclusiva dos autores das mensagens.

Compartilhar

Recent Comments

Apagar

Últimas postagens

Deixe o seu recado

Advertise Here

Photography

Destaques

Gallery

RN no Facebook

About Us

Tempo