Facebook YouTube Twitter RSS

Gadgets

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Eduardo Braide adverte que a obra de duplicação da BR-135 está praticamente paralisada

Renato Waquim (Rosário Notícias)     novembro 23, 2015  Sem Comentários

Eduardo Braide adverte que a obra de duplicação da BR-135 está praticamente paralisada
O deputado Eduardo Braide (PMN) advertiu, na sessão desta quinta-feira (19), que as obras de duplicação da BR-135 em Bacabeira estão praticamente paralisadas. Em seu discurso, na tribuna, ele fez um relato da audiência pública realizada nesta semana, no Plenarinho, pela Comissão de Obras e Serviços Públicos da Assembleia Legislativa, com a participação de representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).
“Fico triste com esta notícia que vou dar agora: de forma oficial, a duplicação da BR-135 não será mais entregue em dezembro deste ano como havia sido afirmado pelo DNIT. E o mais preocupante, perguntado ao superintendente sobre o novo prazo de entrega, ele nem quis mais estabelecer uma data. Ele simplesmente disse o seguinte ‘precisa de mais 180 dias’. Ou seja, seis meses após o reinício das obras, as obras estão praticamente paralisadas. E o porquê disso?”, questionou.
Eduardo Braide afirmou que a empresa que ganhou a licitação para executar o trecho, que se chama de primeiro trecho da duplicação da BR-135, está há quatro meses com pagamento atrasado por parte do Governo Federal. A obra, que já chegou a ter 800 trabalhadores no seu canteiro, agora tem tão somente 20 operários.
“Este fato praticamente atesta que a obra está paralisada”, afirmou o deputado, frisando que o superintendente do DNIT no Maranhão, Gerardo Fernandes, foi muito categórico ao dizer que não se sabe ainda quando a obra será oficialmente reiniciada.
“Repito então que fica a tristeza em saber que mais uma vez essa obra não será entregue no prazo que foi estipulado, que constaria, inclusive, no calendário de inaugurações da Presidente da República agora em dezembro, e terá esse prazo de seis meses, a contar do reinício das obras, que só acontecerá depois que houver a liberação de recursos por parte do Governo Federal”, acrescentou Eduardo Braide.
Ele frisou que o DNIT deu a informação de que recursos financeiros em torno de R$ 60 milhões estão empenhados, mas que, além da liberação destes R$ 60 milhões que estão já estão assegurados, ainda falta conseguir assegurar mais R$ 40 milhões. Portanto, são necessários R$ 100 milhões ainda, para que a obra do primeiro trecho da duplicação da BR-135 possa ser finalizada.
Após conceder apartes aos deputados Vinícius Louro (PR), Júnior Verde (PRB) e Wellington do Curso (PPS), o deputado Eduardo Braide encerrou seu discurso acrescentando a informação de que a segunda etapa da obra, que agora foi unificada e está em um lote só, indo de Bacabeira até Miranda, está com um custo estimado em torno de R$ 200 a 250 milhões.
“Fica, portanto, a nossa lamentação pelo descaso com que o Governo Federal trata a nossa capital e o nosso Estado. É inadmissível essa obra de duplicação da BR-135 se arrastar da forma como vem acontecendo. Vários maranhenses já perderam as suas vidas, além dos problemas de congestionamento ali, principalmente nos períodos de finais de semana e de feriados. É inadmissível, portanto, o Governo Federal tratar o nosso Estado e a nossa capital como vem tratando no que diz respeito à BR-135. E somente para finalizar, diga-se de passagem, a duplicação da BR-135 é tida como uma das 15 obras que foram priorizadas pelo Governo Federal em todo o Brasil”, ressaltou Eduardo Braide.

, , , ,

0 comentários :

Blog de Notícias de Rosário e Região


Os comentários não representam a opinião deste blog, a responsabilidade é única e exclusiva dos autores das mensagens.

Recent comments

Social

Recent Comments

Apagar

Últimas postagens

Deixe o seu recado

Advertise Here

Photography

Destaques

Gallery

RN no Facebook

About Us

Tempo