Facebook

Gadgets

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Ex-deputado Carlos Braide é membro do ‘bando’ que desviou R$ 13 milhões em Anajatuba

Renato Waquim (Rosário Notícias)     julho 06, 2015  Sem Comentários

Braide creditou mais de um milhão de reais nas contas de Fernando Júnior e da F C B Produções e Eventos e recebeu mais de R$ 400 mil da conta da empresa.
carlos-braide
Não resta dúvida da participação do senhor Antônio Carlos Braide na fraude.
De acordo com o blog do Domingos Costa, o empresário Fernando Júnior, dono da Escutec, está evolvido até o pescoço com a organização criminosa que roubou milhões do município Anajatuba. 
O que poucos não sabiam era que o ex-presidente da Assembleia Legislativa do Estado – Antônio Carlos Braide, e pai do deputado estadual Eduardo Braide (PMN), é assim como o Prefeito Helder Lopes Aragão(PMDB), outro que integra o bando.
Quinze pessoas podem ser presas a qualquer momento. Nos últimos dias, lobistas e renomados advogados cruzam os corredores do Tribunal de Justiça tentando evitar a prisão desses e outros figurões que foram denunciados e tiveram pedidos de prisão preventiva requeridos pelo procurador de Justiça – Francisco das Chagas Barros de Sousa. Todos são suspeitos de integrar uma organização criminosa, que através das empresas fantasmas desviaram exatos R$ 13. 964. 048, 02 milhões de reais dos cofres no município.
A denúncia do procurador foi incluída no relatório do Grupo de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público Estadual – GAECO. A conclusão para apontar os “cabeças da organização criminosa”, foram realizadas após análise dos dados bancários e dos documentos apreendidos na ação de busca e apreensão, por conta do volume considerável de dinheiro injetado pelo ex-deputado Braide em uma das empresas envolvidas na fraude chegou-se à conclusão que o político, sócio dos dois empresários, também era um dos “homem forte” no esquema criminoso.
Deputado-Eduardo-Braide-ao-lado-do-prefeito-Helder-Aragão-em-Anajatuba (1)
Apoiado pelo Prefeito, o filho de Carlos Braide – Eduardo – foi o deputado mais votado em Anajatuba, com 3.159 votos, na eleição de 2014.
Braide já foi ouvido pela polícia, e de acordo com o relatório, embora em depoimento tenha negado ligação com o prefeito ou qualquer um dos outros denunciados, nas interceptações telefônicas e quebra de sigilo bancário, o GAECO constatou que, em determinado período, o ex-deputado creditou mais de um milhão de reais nas contas de Fernando Júnior e da F C B Produções e Eventos e recebeu mais de R$ 400 mil da conta da F C B Produções e Eventos. De forma que não resta dúvida da participação de Antônio Carlos Braide na fraude.
Embora não confirme, o MPMA tem fortes indícios de que o mesmo grupo atue em outras dezenas de prefeituras, e que além desses envolvidos, haja a participação de outros políticos maranhenses com representativa na capital federal, e cujas provas serão encaminhadas aos órgãos competentes para adoção das medidas cabíveis.


0 comentários :

Blog de Notícias de Rosário e Região


Os comentários não representam a opinião deste blog, a responsabilidade é única e exclusiva dos autores das mensagens.

Recent comments

Social

Recent Comments

Apagar

Últimas postagens

Deixe o seu recado

Advertise Here

Photography

Destaques

Gallery

RN no Facebook

About Us

Tempo