Facebook

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Manifestantes bloqueiam trecho da Estrada de Ferro Carajás em Santa Rita

Renato Waquim (Rosário Notícias)     setembro 25, 2014  Sem Comentários


Santa Rita-MA: Manifestantes interditam o Km 8 da Estrada de Ferro Carajás (EFC), desde terça-feira (23). O bloqueio foi feito próximo ao povoado Monge Belo, no município de Santa Rita. No ato, estão presentes outras comunidades da Região do Baixo Itapecuru, todas quilombolas, da Região do Baixo Itapecuru, dos municípios de Itapecuru-Mirim, Miranda do Norte e Anajatuba.
Devido à interdição, as operações do trem de carga e passageiros da Vale estão paralisadas desde terça-feira, segundo a própria companhia. Foi informado, também, que após um procedimento normal de manutenção nessa quarta-feira (24), as operações da empresa voltaram a ficar paralisadas hoje (25).

Os manifestantes se queixam dos impactos causados pela empresa Vale em seus territórios, bem como dos obstáculos à titulação, muitos deles interpostos pela própria empresa, segundo apontam os membros das comunidades em questão, e outros, resultantes da falta de estrutura nos órgãos fundiários, notadamente o INCRA, Instituto federal que deveria ser responsável pelo processo, bem como o ITERMA, no âmbito do estado do Maranhão.
Além disso, denunciam a má vontade do Poder Público em resolver a questão. As comunidades cujos processos de titulação estão em estágio avançado, “empacaram” nos órgãos fundiários, o que demonstra que a questão não é tratada com a seriedade exigida, pelos governos federal, estadual e mesmo em nível municipal, como se houvesse um conluio para criar obstáculos aos territórios.
Os presentes ao ato alegam serem de comunidades remanescentes de quilombos e que somente deixarão a ferrovia livre quando a titulação de suas terras for resolvida. Além disso, tentam chamar a atenção da sociedade para as várias violações de direitos que segundo eles são patrocinadas pela Vale nas comunidades atingidas por suas atividades.
Por meio de nota, companhia disse que as reclamações dos manifestantes são direcionadas ao governo federal. Leia, abaixo, a nota na íntegra:
A Vale informa que as operações do trem de carga e passageiros da Estrada de Ferro Carajás (EFC) estão paralisadas. O trecho da ferrovia no Km 80, localizado próximo ao povoado de Monge Belo, no município de Santa Rita, foi ocupado por manifestantes no final da manhã da última terça-feira, 23/9. O protesto não é direcionado à Vale.
A Vale ratifica sua intenção de manter o canal de comunicação aberto com as comunidades, contudo acredita que qualquer ato público ou manifestação deve respeitar o Estado Democrático de Direito e o direito constitucional de ir e vir.

, , ,

0 comentários :

Blog de Notícias de Rosário e Região


Os comentários não representam a opinião deste blog, a responsabilidade é única e exclusiva dos autores das mensagens.

Compartilhar

Recent Comments

Apagar

Últimas postagens

Deixe o seu recado

Advertise Here

Photography

Destaques

Gallery

RN no Facebook

About Us

Tempo