Facebook

Gadgets

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Refinaria do Maranhão: 2 Bilhões jogados no lixo...

Renato Viana Waquim     agosto 26, 2014  Sem Comentários

Desde que se iniciou a “construção” da 1ª fase de implantação da famigerada refinaria Premium I da Petrobras, nas cidades de Bacabeira e Rosário, o governo federal gastou a bagatela de quase 2 bilhões de reais em nada. Isso mesmo, nada!

A refinaria Premium I em Bacabeira seria a maior refinaria do Brasil, mas a construção foi paralisada.  Auditores do TCU apontaram que as obras começaram sem que houvesse projeto básico. A Petrobrás já gastou R$ 1,6 bilhões de reais a troco de nada.

No início de 2010, o então presidente Lula (PT), a ministra chefe da casa civil, Dilma (PT), a governadora Roseana Sarney (PMDB), seu pai, José Sarney (PMDB-AP) e o ministro de minas e energia, Edison Lobão (PMDB), fizeram festa, com direito a discurso, para o lançamento da pedra fundamental da refinaria na cidade de Bacabeira, a 50 km da capital São Luis. Seria a maior refinaria da América do sul, com capacidade de produzir 600 mil barris por dia de petróleo, e empregaria 25 mil pessoas no ápice das obras e deveria começar a refinar em 2013 e entrar em pleno funcionamento em 2016, segundo afirmou Lula.

Quatro anos se passaram e o que se vê é uma obra paralisada, que somente em terraplanagem, consumiu R$ 583 milhões, além de mais 1 bilhão em projetos, treinamentos, estudos ambientais e transportes.

O custo total da refinaria está estimado em R$ 38 bilhões, mas a própria Petrobrás informou que somente após a conclusão da etapa de consulta ao mercado será possível mensurar o custo total da obra. A previsão da estatal é que a construção da Premium volte a entrar em operação em 2018.
Desde o ano de 2011 não tem movimentação na área onde seria construída a refinaria. O que se vê, na verdade, é um monte de entulhos de restos de barracos onde funcionavam os escritórios, e a volta do mato no local onde foi desmatado e gastos milhões de reais para a terraplanagem. Pelas imagens, tudo deverá ser feito novamente, e mais outros milhões deverão ser gastos na mesma finalidade de quatro anos atrás.

Um relatório de fiscalização do Tribunal de Contas da União – TCU, de abril do ano passado, apontou indícios graves de irregularidades na terraplanagem, a única obra que teve início, mas que foi paralisada sem ser concluída, conforme relatório do tribunal. De acordo com os fiscais do TCU, somente em 1º de novembro de 2010, oito meses depois da festa com Lula e companhia, e já com a terraplanagem em andamento, é que foi assinado um contrato para a elaboração do projeto básico da Refinaria.

, , , , ,

0 comentários :

Blog de Notícias de Rosário e Região


Os comentários não representam a opinião deste blog, a responsabilidade é única e exclusiva dos autores das mensagens.

Recent comments

Social

Recent Comments

Apagar

Últimas postagens

Deixe o seu recado

Advertise Here

Photography

Destaques

Gallery

RN no Facebook

About Us

Tempo