Facebook

quinta-feira, 31 de julho de 2014

Dengue já matou 10 pessoas só este ano no Maranhão

Renato Viana Waquim     julho 31, 2014  Sem Comentários


Só no primeiro semestre deste ano foram registradas dez mortes por dengue, sendo quatro na capital e as demais no interior do estado, sendo que ao longo dos doze meses de 2013 foram dez óbitos.

De acordo com a superintendente de epidemiologia e controle de doenças da Secretaria Estadual de Saúde (SES), Graça Lírio, nos últimos três anos a redução de casos de dengue no estado vem se mantendo, pois neste primeiro semestre foram registrados 1.921 casos no estado e 551 na capital enquanto que no ano de 2014 foram registrados neste mesmo período 3.442 no estado e 821 na capital.

Segundo a superintendente, os municípios com mais incidências de infestações são Carolina, Turilândia, Junco do Maranhão, Governador Archer e Sítio Novo. Ela acrescentou ainda que no primeiro semestre, houve surtos de caso de dengue em alguns municípios como São Bernardo, Cururupu e etc.. Porém não há nenhum registro de epidemia de dengue desde o ano de 2012.

A superintendente citou algumas das ações promovidas pelo estado no combate ao mosquito Aedes Aegypti como a Supervisão do levantamento do Índice de infestação no estado, Orientação e capacitação dos profissionais da saúde, nebulização espacial nos municípios onde há surtos para combater o mosquito que já se encontra na fase adulta e etc. Ela ressalta que a supervisão das moradias e a mobilização da sociedade no combate a dengue é responsabilidade do município.

“O estado tem investido em ações para combater e manter a redução de casos de dengue, através das capacitações aos profissionais, assessoria técnicas aos municípios e distribuição de material de apoio como folders, panfletos, cartilhas entre outros, para serem utilizados nos municípios” disse a superintendente.

São Luís
“Na capital o número de registro de caso de dengue também caiu, a redução é de 30%. E a tendência é diminuir para 25% até o fim do ano de 2014”, é o que afirma o coordenador do Programa Municipal de Combate a Dengue, Pedro Tavares. O número de casos de dengue em São Luís, registrados no primeiro semestre de 2014 foi 508, enquanto no mesmo período em 2013 o número de registro foi de 710.

Mesmo com a queda no número de registro o coordenador alerta que em algumas áreas da cidade os moradores devem ser mais cuidadosos e conscientes do perigo que o mosquito Aedes Aegypti oferece para a população.

O coordenador listou o nome dos bairros que tiveram o maior número de notificações de casos de dengue, São Francisco com 30 registros, Vila Palmeira, 26, Vila Embratel, 18, Conjunto Bequimão e Liberdade com 10. De acordo com o coordenador, diversas são as ações realizadas para combater a infestação da dengue, como as visitas domiciliares, inspeção e tratamento de pontos estratégicos, trabalho de educação e saúde de conscientização para a população, nebulização espacial através do carro fumacê realizado nas áreas de mais incidência para reduzir a infestação do Aedes Aegypti. Além de parcerias existentes nas comunidades com o objetivo de educar a população, ressalta ainda a parceria com a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) onde é feito o recolhimento dos pneus, que antes era considerado um grande vilão para o aumento da dengue na capital.

“Existe uma equipe a nível central que faz o diagnóstico da área, e então desloca para cada área três agentes que em um trabalho conjunto com postos de saúde, escolas, sindicatos e etc. realizam um trabalho de educação com a comunidade que é de grande importância para a comunidade” falou o coordenador. 

No primeiro semestre deste ano o Programa Municipal de Combate a Dengue visitou 556.275 imóveis em São Luís, realizando tratamento em 106.207 depósitos e 408.144 depósitos eliminados.Sendo que no ano de 2013 neste mesmo período foram visitados 643.083, realizado tratamento em 145.829 depósitos e 322.307 depósitos eliminados. Para finalizar o coordenador afirma que há muitas pessoas desinformadas, pois os agentes na maioria das vezes realizam procedimentos simples que o próprio morador deveria realizar como, por exemplo, colocar garrafas com a boca para baixo. (O Imparcial)

, , ,

0 comentários :

Blog de Notícias de Rosário e Região


Os comentários não representam a opinião deste blog, a responsabilidade é única e exclusiva dos autores das mensagens.

Compartilhar

Recent Comments

Apagar

Últimas postagens

Deixe o seu recado

Advertise Here

Photography

Destaques

Gallery

RN no Facebook

About Us

Tempo