Facebook

Gadgets

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Estudo realizado pela Projet aponta que Refinaria vai elevar renda per capita e IDH do Maranhão

Renato Viana Waquim     julho 18, 2013  1 Comentários

A refinaria, segundo a Petrobras, deve ter o início da primeira fase em operação no ano de 2017.





Estudo realizado pela Projet, empresa que realiza consultoria financeira e pesquisas mercadológicas, prevê que cinco anos após a entrada em operação da Refinaria Premium I, em Bacabeira, a renda per capita e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Maranhão terão um grande salto. Essa projeção tomou como base o Polo Petroquímico de Camaçari, na Bahia, que transformou a economia daquele estado.
A refinaria, segundo a Petrobras, deve ter o início da primeira fase em operação no ano de 2017, com capacidade inicial para processar 300 mil barris/dia de petróleo. Cinco anos depois, deverão ser impactados os efeitos renda, saúde e educação, fatores que compõem o IDH.
“Após a implantação da refinaria, o IDH do Maranhão saltará da 26ª posição para estar entre os 12 maiores do país. O impacto imediato será nos fatores renda e saúde, e depois na educação”, afirmou o diretor da Projet, Tarcízio Santos Murta.
Outro avanço será notado no PIB per capita do Maranhão, hoje o mais baixo do país (R$ 6.888,60). O estudo da Projet prevê que essa situação será revertida e o estado alavancará sua economia e passará a ocupar a 16ª renda per capita no Brasil.
Esse crescimento, segundo Tarcízio Santos Murta, irá acontecer pelo efeito “onda” do empreendimento da Petrobras, que se irradiará em vários municípios maranhenses e não somente naqueles no entorno da refinaria.
Por se tratar de um projeto estruturante, a Refinaria Premium I terá muito mais que R$ 40 bilhões em investimentos, pois atrairá dezenas de outras atividades econômicas. Dessa forma, esse valor pode chegar a R$ 100 bilhões, considerando os investimentos de outras empresas que se instalarão em função do empreendimento da Petrobras.
Investimentos - No estudo da Projet, serão mobilizadas empresas denominadas de “sistemistas”, ou seja, aquelas que estarão envolvidas na construção e instalação da refinaria, prestando diversos serviços. Pelo menos 50 empresas deverão passar a existir para atender o projeto, cujos investimentos delas podem chegar a outros R$ 40 bilhões.
As empresas chamadas de “sistemistas” também irão demandar aquisição de bens e serviços de fornecedores de insumos, segmentos que tenderão a investir R$ 20 bilhões. “Como pode-se ver, o investimento total envolvendo o projeto da refinaria supera os R$ 40 bilhões e pode chegar a R$ 100 bilhões”, observou Tarcízio Murta.
Mas ele lembra que, para tudo isso acontecer, é necessário que a Petrobras mantenha o cronograma de 2017, com a retomada imediata dos serviços no canteiro de obras em Bacabeira.
  
Dificuldades para tocar três grandes projetos

Para o diretor da Projet, Tarcízio Santos Murta, o grande problema para a Petrobras neste momento, além da questão conjuntural macroeconômica, está sendo tocar simultaneamente três grandes projetos estruturantes de refino de derivados de petróleo no Nordeste - no Maranhão, Ceará e Pernambuco.
No entendimento dele, existe uma competição natural entre os projetos, em função de sua importância para a economia dos estados onde serão instalados, evidenciando o avanço de um em detrimento dos outros.
E nessa questão de avançar na instalação dos empreendimentos, segundo Tarcízio Santos Murta, a mobilização de governos, classe política, iniciativa privada e sociedade em geral, é fundamental para que os projetos saiam do papel.
“O que não se pode é deixar essa discussão no âmbito político-partidário, e sim no eixo do desenvolvimento, pensando nos benefícios sociais e econômicos para o Maranhão”, observou o diretor da Projet.
E nesse aspecto de desenvolvimento, ele lembrou as vantagens comparativas e competitivas que fazem do Maranhão um dos cinco melhores estados no país para se investir, tais como localização geográfica estratégica, infraestrutura de transporte que reúne os modais portuário, ferroviário e rodoviário, energia, água em abundância, entre outras.


Mais

A Projet atua na área de consultoria, com a realização de pesquisas mercadológicas e projetos de viabilidade, reunindo um portfólio de empresas no Norte, Nordeste e Centro-Oeste, além de instituições financeiras.


Números

R$ 100 Bilhões é a perspectiva dos investimentos totais envolvendo a instalação da Refinaria Premium I
300 mil Barris/dia de petróleo serão processados na primeira fase de operação da Refinaria.

Com Informações do Folha Maranhão / Bacabeira (Isaías Rocha).

, , ,

Um comentário :

  1. Continuem acreditando que papai noel existe... Acorda povo de Rosário!!!

    ResponderExcluir

Blog de Notícias de Rosário e Região


Os comentários não representam a opinião deste blog, a responsabilidade é única e exclusiva dos autores das mensagens.

Recent comments

Social

Recent Comments

Apagar

Últimas postagens

Deixe o seu recado

Advertise Here

Photography

Destaques

Gallery

RN no Facebook

About Us

Tempo