Facebook

Gadgets

terça-feira, 7 de maio de 2013

Presidente da OAB/MA e advogados de Icatu se reúnem com corregedor geral

Renato Viana Waquim     maio 07, 2013  Sem Comentários

Na ocasião, foram tratados assuntos de interesse dos profissionais da advocacia que atuam naquela Comarca

http://www.oabma.org.br/_files/gallery/Foto
O presidente da OAB/MA, Mário Macieira, e advogados do município maranhense de  Icatu estiveram, na manhã do último dia (02), em reunião com o corregedor geral do Tribunal de Justiça do Estado, desembargador Cleones Cunha. No encontro, os profissionais de Direito demandaram o envio de um juiz substituto para a Comarca de Icatu-MA, enquanto dura o período de licença da magistrada titular.  
Segundo a advogada Claudimar Carvalho Silva, há quase um ano que o Fórum de Icatu está parado. “Há processos que estão parados, aguardando marcarem a audiência preliminar. Tem alguns, inclusive, que datam de cinco anos”, relatou.
Um dos articuladores da vinda dos advogados icatuenses a São Luís, o advogado Benavenuto Rabelo Gomes Alves, além de pedir providência para a ausência de juiz em Icatu também solicitou ao corregedor geral a realização do programa “Pauta Zero” naquela Comarca. “Há muitos processos para serem julgados e o jurisdicionado não pode e não deve ser prejudicado”, afirmou.
O desembargador Cleones Cunha comunicou aos advogados que providências seriam tomadas para resolver a situação e adiantou que a juíza titular da Comarca de Morros, por enquanto, ficará um dia em Icatu para fazer os devidos despachos. O corregedor também ficou de apreciar a realização do “Pauta Zero” naquele município.
Para o Mário Macieira, a reunião na Corregedoria Geral do TJ/MA foi produtiva. “O fato de deslocar uma juíza para despachar uma vez por semana em Icatu é um paliativo, até que a situação seja inteiramente resolvida”, destacou.
Durante a reunião, o desembargador Cleones Cunha expôs ao presidente da OAB/MA a situação do concurso de notário do TJ.  Realizado em 2011 pelo Instituto de Estudos Superiores do Extremo Sul (Ieses), com a participação de mais de dois mil candidatos na primeira etapa, e 809 para a segunda, o concurso ficou suspenso por 18 meses em razão de decisões judiciais. “Todas as questões foram resolvidas e vamos para a escolha das serventias”, afirmou.
Foto: Handson Chagas.
Fonte: OAB/MA.

0 comentários :

Blog de Notícias de Rosário e Região


Os comentários não representam a opinião deste blog, a responsabilidade é única e exclusiva dos autores das mensagens.

Recent comments

Social

Recent Comments

Apagar

Últimas postagens

Deixe o seu recado

Advertise Here

Photography

Destaques

Gallery

RN no Facebook

About Us

Tempo