Facebook

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Acusado de homicídio é condenado em júri na Comarca de Rosário

Renato Viana Waquim     maio 27, 2013  2 Comentários



Rosário (MA) - Em júri promovido pela Comarca de Rosário no último dia 21 (Terça), no Palácio Doroteia Queiroz - sede da Câmara dos Vereadores do município, Leandro Chagas Rodrigues, o “Léo”, foi condenado a 18 anos, quatro meses e dois dias de reclusão pelo homicídio de Maria do Bom Parto Serejo Ferreira. O julgamento teve início às 9h00min e encerrou às 17h30min. Presidiu o júri a titular da comarca, juíza Rosangela Prazeres Macieira.
De acordo com a denúncia, o crime se deu no dia 4 de Setembro de 2009, por volta das 03h00min, na Vila Ivar Saldanha, quando o réu, acompanhado de dois homens conhecidos como “Gegeu” e “Alessandro”, e utilizando-se de arma de fogo, teria disparado um tiro no pescoço da vítima, matando-a.
Ainda segundo a denúncia, Leandro teria ido á casa de Maria do Bom Parto à procura do irmão dela, Josivan Serejo Ferreira, o “Gordo”, a quem pretendia matar.  Narram os autos que, não encontrando Josivan, o réu teria dito: “já que a gente não conseguiu matar Gordo, vai tu mesmo”, em seguida ao qual efetuou o disparo.
À época do crime, Leandro, então com 22 anos, negou a autoria do homicídio, afirmando que a responsabilidade pela morte de Maria do Bom Parto seria do irmão dela, com quem teria trocado tiros.
Durante o julgamento o réu sustentou a negativa do homicídio.
Marta Barros
Assessoria de Comunicação da CGJ
3221.8527

, ,

2 comentários :

  1. Foi pouco, muito pouco e logo logo ele estarar em liberdade condicional.

    ResponderExcluir
  2. Só 18? Isso muita palhaçada dessa Justiça rosariense. aff

    ResponderExcluir

Blog de Notícias de Rosário e Região


Os comentários não representam a opinião deste blog, a responsabilidade é única e exclusiva dos autores das mensagens.

Compartilhar

Recent Comments

Apagar

Últimas postagens

Deixe o seu recado

Advertise Here

Photography

Destaques

Gallery

RN no Facebook

About Us

Tempo