Facebook

Gadgets

domingo, 11 de dezembro de 2011

Petrobras quer reduzir custo de refinarias Premium no MA e no CE

Renato Viana Waquim     dezembro 11, 2011  Sem Comentários

A Petrobras tem perspectivas de reduzir “consideravelmente” o valor dos investimentos previstos inicialmente para as duas refinarias Premium a serem construídas no Maranhão e no Ceará, afirmou hoje o diretor de Abastecimento e Refino da estatal, Paulo Roberto Costa. Até o momento, o valor anunciado seria de US$ 30 bilhões, sendo US$ 20 bilhões para a unidade no Maranhão e US$ 10 bilhões para o Ceará. O valor elevado foi bastante criticado por analistas e especialistas do setor.

Segundo o executivo, a companhia realizou licitação para escolher uma empresa projetista no mercado internacional para avaliar as melhores condições de instalação das duas unidades. A americana UOP levou o contrato e deve concluir os estudos até o fim do próximo ano.

O diretor também informou que a Petrobras está negociando com a Vale o transporte pela ferrovia da mineradora o combustível que será processado na Refinaria Premium do Maranhão, a partir de 2014. Segundo Costa, o objetivo é atender a região Centro-Oeste com o combustível a ser processado na unidade. “Hoje os vagões seguem cheios de grãos e minério para o Porto de Itaqui (MA), mas voltam vazios”, afirmou. A ideia é instalar sobre estes vagões tanques de armazenamento modulares para receber o combustível.

De acordo com Costa, a Refinaria do Ceará deverá atender o mercado externo apenas se não houver demanda excedente no mercado interno. “O projeto inicial, feito em 2007 e 2008, era para que a refinaria fosse voltada para a exportação, mas nos últimos dois anos a curva de demanda no País foi revertida e o consumo passou a crescer acima do PIB (Produto Interno Bruto). Se isso continuar acontecendo nos próximos anos, e o Brasil se mantiver com um crescimento do PIB em torno de 5%, o combustível processado no Ceará será voltado para o Nordeste”, disse. O diretor afirmou ainda que a previsão é encerrar 2010 com crescimento médio da demanda de combustíveis em torno de 10%, porcentual que já havia sido registrado em média até outubro.

Fonte: Estadão.

, ,

0 comentários :

Blog de Notícias de Rosário e Região


Os comentários não representam a opinião deste blog, a responsabilidade é única e exclusiva dos autores das mensagens.

Recent comments

Social

Recent Comments

Apagar

Últimas postagens

Deixe o seu recado

Advertise Here

Photography

Destaques

Gallery

RN no Facebook

About Us

Tempo