Facebook

Gadgets

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Prefeitura investiga alimentos estragados jogados em Prata e não descarta possibilidade de armação

Renato Viana Waquim     novembro 25, 2011  Sem Comentários

 O caso divide opiniões entre defensores da administração e adversários.   Culpada? Traição de pseudo-aliados? Armação de adversários? Ou tudo junto?


O blog do jornalista Gilberto Lima teve acesso às fotos desse desperdício de alimentos apesar de muitos estarem visivelmente estragados, trata-se de dezenas de quilos de arroz e de outros produtos alimentícios que perderam a validade em 2009. Além de arroz, foram jogados fora também diversos sacos de feijão, fubá de milho, café, leite, macarraõ, farinha, etc. As fotos foram tiradas por volta das 13h de quarta-feira, 23. O local de descarte foi no povoado Prata na margem de um ramal que liga os povoados de São Simão a Itamirim, onde constantemente empresários, principalmente aqueles que são adversários do prefeito descartam resíduos sólidos.

Alguns políticos adversários do prefeito de Rosário Marconi Bimba Carvalho de Aquino (PRP) ligaram para o programa “Comando da Noite” da Rádio Capital AM e acusaram a Prefeitura de Rosário, entre eles o pré-candidato a vereador Silvestre Teles. “Isso é uma irresponsabilidade da administração do Sr. Marconi Bimba. Vivemos num município pobre, em que as crianças, muitas vezes, vão à escola por conta da merenda escolar. Temos pessoas que passam fome e esse prefeito irresponsável joga dezenas de quilos de arroz no lixo, porque deixaram vencer a validade”, desabafa.

Investigações - Como o blog Rosário Notícias tem respeito pelos seus leitores, o titular desta página procurou a Prefeitura Municipal de Rosário, afinal, nosso compromisso é com a verdade. Vejamos. Começamos nesta quinta-feira (24) pelo setor responsável pela limpeza pública, a Secretaria Municipal de Infra-estrutura que é o órgão que cuida desse serviço através do Departamento Municipal de Limpeza Pública. Onde recebemos a informação que o caso está sendo investigado após denuncias de adversários do prefeito ao Ministério Público. A dita Secretaria informou que atualmente o único local de despejo de resíduos sólidos pela Prefeitura é o velho lixão de Buenos Aires que completa cerca de 14 anos de funcionamento e que brevemente será encerrado.

Em seguida o Rosário Notícias entrou em contato com o chefe do executivo municipal que se disse surpreso quando recebeu as denuncias e afirmou que não descarta a possibilidade de uma grande armação tanto externa (envolvendo opositores) como interna (envolvendo pseudo-aliados).

Marconi Bimba atentou para um deslize na matéria do blog do Gilberto Lima que começa dizendo que se tratava de merenda escolar e depois afirma que poderiam ser alimentos da época da enchente de 2009. “Primeiro precisam definir se estão acusando a administração de desperdício de merenda escolar ou de alimentos destinados aos atingidos pela enchente. Lembrando que todos os alimentos daquele período chuvoso de 2009 foram entregues, alguns foram direcionados as lideranças quem possuem mais acessos aos locais longínquos, mas foram supervisionados por equipes da Prefeitura. A ordem foi entregar todos os alimentos, nosso interesse sempre foi de ajudar nosso povo e não disso que estão acusando. Entretanto, estamos investigando com ajuda de profissionais e caso seja comprovado que partiu de alguém da Prefeitura, é importante salientar que a mesma não estava autorizada nem a jogar e muito menos a guardar tais alimentos até estragarem. Entendo a vontade política dos opositores em me atacar, mas espero um pouco mais de responsabilidade deles antes de acusar qualquer um funcionário desta administração”, disse o prefeito de Rosário.

Por fim procuramos a Secretaria Municipal de Educação, órgão responsável pela merenda escola da rede municipal de ensino. Onde foi informado que no atual governo Marconi Bimba os alimentos só armazenados diretamente nas escolas que já possuem até freezers e dispensas maiores. Lá recebemos a informação que a Secretaria desconhece a existência de merenda escolar que estragou e foi descartada, mas que as denuncias estão sendo investigadas e que todos os diretores de escolas estão sendo contactados, inclusive para fazer balanços da situação no momento.


O blog ainda tentou entrar em contato com o procurador geral do município João Gabina, mas não obtivemos sucesso. Acredita-se que ele deverá nos próximos dias manifestar-se junto ao Ministério Público (que foi acionado pela oposição) sobre o caso. O Rosário Notícias está na busca pela verdade e se coloca a disposição caso Gabina queira emitir algum comunicado oficial sobre o caso.

Até a publicação desta matéria, o blog não conseguiu entrar em contato com a Secretaria Municipal Extraordinária de Defesa Civil e a Secretaria Municipal de Assistência Social, órgãos que cuidaram dos atingidos pela enchente do Rio Itapecuru em 2009.

Mais confusão – Depois das denuncias acusando a Prefeitura de jogar alimentos estragados naquela estrada, um fato curioso ocorreu e tem dado o que falar, acontece que alguns adversários do prefeito Marconi Bimba foram vistos vigiando o local, depois eles sumiram e os alimentos foram encontrados queimados, o que levanta a suspeita de uma grande armação contra a administração do prefeito Marconi Bimba.





Perguntas sobre o caso que estão na rua:

Mas a pergunta que não quer calar: Porquê a Prefeitura descartaria alimentos (mesmo estragados) num local em que todo mundo encontraria?

Caso seja confirmado: Quem seria tão "burro" a esse ponto? Ou será que foi traição?

Em caso de armação - Quem seria tão "maquiavélico"?



Obs.: Não foi citado eventuais investigações por parte da Polícia Civil por causa da greve dos delegados.

,

0 comentários :

Blog de Notícias de Rosário e Região


Os comentários não representam a opinião deste blog, a responsabilidade é única e exclusiva dos autores das mensagens.

Recent comments

Social

Recent Comments

Apagar

Últimas postagens

Deixe o seu recado

Advertise Here

Photography

Destaques

Gallery

RN no Facebook

About Us

Tempo