Facebook

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Ministro confirma à Roseana obra de duplicação de trecho da BR 135

Renato Viana Waquim     outubro 25, 2011  Sem Comentários


A governadora Roseana Sarney recebeu do ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, nesta segunda-feira (24), a confirmação da execução da obra de duplicação da BR-135, trecho de 28 quilômetros entre Estiva e Bacabeira. O encontro ocorreu no Palácio dos Leões, onde o ministro também se reuniu com o vice-governador Washington Luiz Oliveira; deputados federais e estaduais, entre eles o presidente da Assembléia Legislativa, Arnaldo Melo; senador Edison Lobão Filho; e secretários de Estado. O diretor-geral do Departamento Nacional  de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Jorge Fraxe, também participou da reunião.

“Essa é uma obra muito importante para o Maranhão e o ministro está aqui para tranqüilizar a todos nós, garantindo que a duplicação começará no ano que vem, possibilitando que o estado continue vivendo esse momento de francocrescimento econômico”, declarou a governadora. O ministro assegurou a realização do trabalho. “Todos podem ficar tranquilos que nós vamos promover as complementações e informações que se fazem necessárias no projeto e, eu já disse e afirmo: passado o período da chuva nós vamos começar as obras de duplicação da BR-135, entre Estiva e Bacabeira”, afirmou o ministro.

Paulo Passos observou que o Maranhão vive um momento positivo, de crescimento, de boas expectativas e disse saber o significado da instalação da Refinaria Premium I e o que ela vai trazer em termos de desdobramento para a economia do estado. “Para que isso possa ocorrer de forma tranqüila, o estado tem que contar com uma rodovia em boas condições, duplicada, que der suporte. Nós temos consciência disso. O povo do Maranhão, as autoridades políticas do estado podem ter certeza que vamos complementar as informações que faltam para que o projeto seja executado”, reforçou.

O ministro veio ao Maranhão explicar o porquê do cancelamento da licitação para execução da obra. Ele informou que o edital foi cancelado por apresentar problemas no projeto e que, neste momento, o DNIT e o Ministério cuidam em complementar as informações técnicas indispensáveis para que se possa levar adiante o projeto sem nenhum transtorno.

“Quando falo isso me refiro às questões especiais do solo onde vai ocorrer a duplicação. Nós verificamos, há algum tempo, que o projeto existente não tinha em seu conteúdo as informações no nível de detalhe que é necessário. Hoje, no entendimento que tivemos, o Dnit já adotou essa providência junto a empresa construtora, e serão iniciadas as perfurações ao longo do eixo da rodovia de modo que possamos desencadear o processo licitatório com total segurança”, relatou Passos.

O ministro disse que o Governo Federal sabe da importância da duplicação da BR. “Nós sabemos o alto fluxo de veículos que trafega diariamente na região. Nós temos informações das estatísticas de acidentes que ocorrem na rodovia. Cumpre a nós, como é do nosso dever e estamos cientes disso, tocar a obra na maior velocidade possível para que ela comece efetivamente e ocorra sem paralisação”, enfatizou.

Passos informou que o projeto de duplicação é prioritário para o governo e que está incluído entre as obras selecionadas para integrar o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A duplicação da BR-135 é uma obra de engenharia com vários desafios técnicos, devido às condições geológicas do terreno e da maciça ocupação da faixa de domínio do traçado da rodovia por diversos tipos de interferência, tais como adutoras, instalações elétricas, cabeamento óptico, além da existência de 18Km de uma ferrovia instalada ao longo do acostamento da estrada.

Compromisso

O secretário de Estado de Infraestrutura, Max Barros, ressaltou que a presença do ministro no Maranhão mostra o compromisso do Governo Federal, do Ministério do Transporte e do DNIT, para que essa obra seja efetivamente executada. “Foi uma reunião bastante proveitosa com a participação do poder Executivo e Legislativo, na qual houve uma verdadeira sabatina ao ministro e ao diretor do DNIT e a posição do governo foi questionar a suspensão e o cancelamento do edital sem antes ponderar com o Governo do Estado quais os motivos que levaram a este cancelamento”, destacou o secretário.

Segundo Barros, com a garantia do Ministério o momento agora é de ação. “Nós estamos trabalhamos agora uma agenda positiva para poder minorar os transtornos dada a importância da BR-135. A presença do ministro aqui, dando explicação à população, mostra o compromisso firme de que a obra será realizada”, enfatizou Max Barros.

,

0 comentários :

Blog de Notícias de Rosário e Região


Os comentários não representam a opinião deste blog, a responsabilidade é única e exclusiva dos autores das mensagens.

Compartilhar

Recent Comments

Apagar

Últimas postagens

Deixe o seu recado

Advertise Here

Photography

Destaques

Gallery

RN no Facebook

About Us

Tempo